<
>

UFC: Cejudo surpreende e se exclui da lista de melhores lutadores da história do MMA

play
Dana White garante estar 'levando a sério' chance de Glover lutar por título: 'Não vou mais duvidar dele' (0:43)

Glover disse depois em entrevista coletiva que de qualquer jeito gostaria de esperar para disputar o título e não ter que fazer mais nenhuma luta antes disso: "Com certeza eu mereço uma chance pelo cinturão" (0:43)

Apesar de ser um esporte relativamente novo, o MMA já brindou seus fãs com diversos momentos marcantes e um dos assuntos que mais gera discussão na comunidade é a famosa lista de melhor lutador da história. Como muitos quesitos podem ser abordados, dificilmente, se chega a uma conclusão e o último atleta que decidiu opinar a respeito foi Henry Cejudo.

Conhecido pelo seu estilo extravagante fora do octógono e pelas declarações ousadas, o ex-campeão do peso-mosca (57 kg) e peso-galo (61 kg) do UFC surpreendeu e foi modesto ao revelar quem são os seus quatro eleitos. Em entrevista ao canal no Youtube ‘Helen Yee Sports’, Cejudo se excluiu da disputa e, além de mencionar três nomes bastante tradicionais, não esqueceu um velho conhecido.

“Eu nem mesmo faço parte do monte Rushmore quando falamos de MMA, para ser bem honesto. Os melhores são Demetrious (Johnson), (Jon) Jones, Anderson (Silva) e ‘GSP’ (Georges St-Pierre). Coloco ‘GSP’ em quarto”, listou o ex-campeão.

No entanto, a postura de Cejudo muda quando o tema se refere aos esportes de combate. O americano se considera o maior de todos e também trocou os demais atletas devido aos feitos de cada um.

“Se falarmos dos esportes de combate no geral, continuo sendo o número um! Depois, coloco Khabib (Nurmagomedov), (Daniel) Cormier e (Fabrício) Werdum, porque são lutadores que fizeram algo muito importante”, finalizou.

Atualmente aposentado, Henry Cejudo anunciou sua decisão em maio de 2020, logo após nocautear Dominick Cruz e defender seu cinturão dos galos pela segunda vez. Contudo, o ex-campeão do UFC, de 33 anos, alimenta especulações sobre uma possível volta ao esporte.