<
>

UFC 256: Deiveson enfrentará Brandon Moreno em dezembro e pode bater recorde de Ronda Rousey

Assim que conquistou o cinturão do peso-mosca (57 kg) do Ultimate, Deiveson Figueiredo afirmou que iria fazer história na organização e ser um campeão dominante, e parece que já começou a cumprir suas metas.

Após defender seu título, no último sábado (21), em finalização sobre Alex Perez, o brasileiro já vai voltar ao octógono em menos de um mês, no dia 12 de dezembro, em duelo contra Brandon Moreno, no UFC 256.

Com isso, o lutador será o campeão da franquia a retornar mais rápido para uma manutenção de cinturão, com apenas 21 dias. Dessa maneira, Deiveson vai superar Matt Hughes e Ronda Rousey, que foram defender seus títulos, do peso meio-médio (77 kg) e peso-galo (61 kg), respectivamente, com 56 dias de uma disputa para a outra. A informação foi divulgada pelas redes sociais do UFC

Mas os fatos históricos que Deiveson pode alcançar não param por aí. Caso mantenha seu cinturão, ele vai superar Ronda e ser o campeão com uma defesa de título mais rápida do UFC. O recorde era da americana, quando em dezembro de 2013, finalizou Miesha Tate e, em fevereiro de 2014, nocauteou Sara McMann.

Matt Hughes, que também fez duas lutas valendo posto mais alto de sua categoria em 56 dias, não conseguiu segurar sua coroa. No primeiro duelo, superou BJ Penn, em setembro de 2009. No entanto, em novembro do mesmo ano, perdeu para Georges St-Pierre.

No MMA profissional desde 2012, Deiveson Figueiredo acumula 20 vitórias e apenas uma derrota em seu cartel. No Ultimate desde 2017, o paraense acumula nove triunfos e apenas um revés, quando encarou seu compatriota, Jussier ‘Formiga’, em 2019.