<
>

Após estrear com vitória no peso-pena, bicampeã olímpica admite desejo de enfrentar Cris 'Cyborg'

Na última sexta-feira (20), Kayla Harrison começou com o pé direito um novo capítulo em sua história no MMA profissional. Após reinar soberana na categoria peso-leve (70 kg) do ‘PFL’, a atleta estreou com vitória no ‘Invicta FC’, diante de Courtney King, em duelo que marcou sua primeira apresentação na categoria dos pesos-penas (66 kg).

Após a performance de gala da americana, não demorou para que se iniciasse uma discussão sobre possíveis lutas contra Amanda Nunes e Cris ‘Cyborg’, nas quais ela demonstrou grande interesse.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Kayla revelou que seu maior objetivo é enfrentar a ‘Leoa’, sua companheira de equipe na ‘American Top Team’, uma vez que ela é considerada a melhor lutadora de todos os tempos. No entanto, a medalhista olímpica pareceu mais interessada em um confronto contra Cris ‘Cyborg’, atual campeã peso-pena do Bellator.

Vale lembrar que o presidente da entidade, Scott Coker, é conhecido por promover lutas entre promoções diferentes, enquanto no UFC, organização pela qual Amanda Nunes atua, isso não acontece.

“Claro, eu adoraria lutar contra o ‘Cyborg’, ela é uma das grandes. Não acho que isso vá acontecer antes da temporada do PFL, mas vou lutar com qualquer um. Obviamente, Amanda é minha colega de equipe, então é um pouco diferente por ter o lado da amizade”.

“Mas ela é a maior de todos os tempos, então é claro, um dia eu gostaria de ser considerado boa o suficiente para lutar contra a maior de todos os tempos, esse é o objetivo. Mas a Cyborg é outra superestrela feminina, lenda. Ela é uma lenda do esporte e eu aproveitaria essa oportunidade”, destacou a americana.

Bicampeã olímpica e ex-campeã mundial de judô, Kayla Harrison mantém carreira invicta no MMA profissional, com oito vitórias. A ida da atleta de 30 anos para o Invicta FC é momentânea, uma vez que o PFL suspendeu suas atividades na temporada de 2020 por conta da pandemia de COVID-19. A organização planeja retomar os eventos em abril do ano que vem e contará com a americana.