<
>

Anderson 'Berinja' celebra luta em Las Vegas de olho em primeira vitória no UFC

play
Dana White garante estar 'levando a sério' chance de Glover lutar por título: 'Não vou mais duvidar dele' (0:43)

Glover disse depois em entrevista coletiva que de qualquer jeito gostaria de esperar para disputar o título e não ter que fazer mais nenhuma luta antes disso: "Com certeza eu mereço uma chance pelo cinturão" (0:43)

Neste sábado (28), Anderson ‘Berinja’ vai ter mais uma oportunidade de conseguir sua primeira vitória no UFC. O brasileiro, que teve que lidar com o cancelamento de um combate marcado para julho deste ano após contrair o vírus da COVID-19, está apto para encarar Martin Day, no UFC Las Vegas 15. Mas além da expectativa de alcançar o triunfo, que não veio nas duas apresentações anteriores pela franquia, o peso-galo (61 kg) destacou um detalhe especial sobre o duelo.

Pela primeira vez o brasileiro vai se apresentar na cidade de Las Vegas (EUA), conhecida por ser a capital da luta e abrigar os eventos mais importantes de MMA e boxe. Nas suas atuações anteriores pela organização, ‘Berinja’ atuou em Buenos Aires (ARG) e na Carolina do Sul (EUA). Por isso, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o lutador não escondeu a ansiedade para realizar o antigo sonho e só lamentou o fato de concretizar este feito agora, quando a cidade está sob medidas restritivas para contenção da pandemia do coronavírus.

“Estou muito empolgado de estar vivendo esse momento mais uma vez aqui no UFC. É minha primeira luta em Las Vegas, infelizmente tem a pandemia, que não podemos sair muito, mas só de estar aqui, poder ver os lugares pelo carro, estou vivendo um momento mágico. Agora vou voltar a lutar, fazer o que eu amo e estou feliz. Estou com muita vontade de chegue sábado para soltar tudo que está aqui dentro e ter meu braço erguido no final. É meter a porrada no gringo e levar a vitória para o Brasil”, disse o atleta.

Assim como ‘Berinja’, Martin Day também vai para a sua terceira aparição dentro do octógono e segue em busca do seu primeiro triunfo pelo UFC. Porém, de acordo com o brasileiro, essa pressão a mais pela vitória não vai estar presente quando os dois dividirem o cage. Para Anderson, ambos os atletas podem fazer uma grande performance, pelo estilo agressivo de atuarem, e adiantou a sua estratégia para a luta.

“Analisando o jeito que nós lutamos acho que posso conquistar a Performance da Noite ou eu e ele ganharmos a Luta da Noite. Vai depender de como eu vou jogar com ele. Não tenho medo de sair na mão e se eu partir para esse jogo, vai ser uma luta insana e a gente saindo na porrada em pé. Mas acho que vou entrar para fazer meu jogo de jiu-jitsu, de grappling e quem sabe pode sair uma finalização bonita, aquelas diferentes que deixa o Dana White feliz. Vamos ver. Treinei derrubar e usar eu jiu-jitsu, meu estilo é esse. Vou tentar impor seu jogo e é a deficiência dele, não é tão bom quanto eu. Se eu ver que minha mão está entrando legal nele, posso tentar o nocaute também”, adiantou.

Além de lutador profissional, ‘Berinja’ tinha o objetivo de conciliar esta carreira com a de político. A ideia do atleta já era se candidatar para vereador nesta eleições na cidade de São Paulo que aconteceu neste ano, mas preferiu, por ora, abrir mão deste projeto e manter o foco somente em sua carreira nas artes marciais mistas.

“Eu sou lutador, minha profissão é essa. Na política eu ia me candidatar e fui bem procurado. Na eleição passada eu neguei três vezes propostas que me deram. Na última hora eu me filiei a um partido (Republicanos) que gostei da ideologia, estava alinhado com meu pensamento no esporte. Mas até aí eu não conhecia nada de política. Nessa pré-candidatura eu fui conhecendo e vi que será difícil, porque não abandonaria minha carreira no UFC, meu sonho. Jamais iria largar. Eu vi que para fazer as coisas bem feitas não ia dar e não gosto disso. Nos últimos dias eu falei que iria abrir mão, porque eu sou lutador e não conseguiria conciliar os dois. Por enquanto vou deixar para lá, quero lutar mais uns cinco, seis anos e depois podemos conversar de novo”, explicou.

Com um cartel de 20 vitórias e oito derrotas, Anderson ‘Berinja’, que atua no MMA profissional desde 2011, ainda mira sua primeira vitória dentro do octógono mais famoso do mundo. Em suas duas apresentações pelo Ultimate, o peso-galo (61 kg) foi superado por Nad Narimani e Andre Ewell, ambas por decisão unânime dos jurados.