<
>

UFC: Curtis Blaydes diz que não confia que Jon Jones vai lutar nos pesados e faz um alerta

play
Dana White garante estar 'levando a sério' chance de Glover lutar por título: 'Não vou mais duvidar dele' (0:43)

Glover disse depois em entrevista coletiva que de qualquer jeito gostaria de esperar para disputar o título e não ter que fazer mais nenhuma luta antes disso: "Com certeza eu mereço uma chance pelo cinturão" (0:43)

Em agosto deste ano, Jon Jones anunciou que estava abdicando do cinturão dos meio-pesados (93 kg) do UFC para subir de categoria e atuar nos pesos-pesados. No entanto, até o momento não existe uma previsão de quando o americano vai fazer sua estreia na nova divisão. Dessa maneira, essa indefinição de data para a luta do compatriota chamou a atenção de Curtis Blaydes, atual número dois do ranking dos pesados.

Blaydes, que neste sábado (28), faz a luta principal do UFC Las Vegas 15 diante de Derrick Lewis, afirmou, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, que não acredita que Jones realmente vai subir de categoria. De acordo com o americano, o ex-campeão dos meio-pesados não vai sair de sua zona de conforto e esse discurso de mudança de categoria é apenas mais uma jogada de marketing para chamar a atenção de todos.

“Ele vai ser um peso-pesado? Eu o vejo muito no Twitter chamando (por Israel Adesanya). Ngannou perguntou por Jon algumas vezes e não teve resposta. Ele vai mesmo subir para os pesados? Eu não sei. Acho que é um golpe publicitário. Assim como outras vezes”, disse o lutador, antes de alertar ‘Bones’ sobre as diferenças de enfrentar um peso-pesado.

“É um mundo totalmente diferente. E se você não foi um peso-pesado a vida toda, é uma vantagem diferente. Quando fico em cima de alguém, não preciso fazer todos os outros pequenos controles e usar o peso que os caras de outras categorias fazem. Eu tenho gravidade. Eu posso te prender apenas com meu joelho”, completou.

No MMA profissional desde maio de 2014, Curtis Blaydes soma 14 vitórias, duas derrotas – ambas para Francis Ngannou – e um ‘no contest’ (luta sem resultado) em sua carreira na modalidade. Em sua última apresentação, o americano derrotou Alexander Volkov, em junho desse ano por decisão unânime dos jurados.