<
>

UFC: Ngannou admite frustração por 'perder' auge da carreira à espera de luta por título

Apesar de ser o favorito para disputar o cinturão do peso-pesado contra o atual campeão Stipe Miocic, Francis Ngannou está na bronca com o UFC. O motivo é a indefinição de uma data para ele lutar pelo título, além da falta de uma sequência de apresentações na categoria – o que deixa os atletas do topo da divisão parados por longo períodos.

Em entrevista ao programa ‘Morning Kombat’, o atual número um do ranking dos pesados admitiu que às vezes lhe falta motivação por não saber quando vai se apresentar novamente. A última vez que o camaronês atuou foi em maio deste ano e, até o momento, não existe uma posição oficial do UFC de quando ele vai encarar Miocic.

“Minha posição é muito complicada. Vivo o meu auge e estou perdendo tempo sem lutar, então é meio frustrante. Temos que conseguir algo que nos motive, ganhar dinheiro e lutar. Às vezes, quando você acorda, é muito difícil ir para a academia e treinar porque você precisa dessa motivação. Tipo, ‘OK, estou treinando, mas para quê? Quando vou lutar?’ Eu não sei. Então você não tem ideia de nada e é difícil encontrar motivação”, disse, antes de concluir seu raciocínio.

“Se as coisas estivessem mudando, isso não seria um problema. Muitas divisões têm três ou quatro defesas de título por ano. Estamos falando de uma divisão onde há uma defesa de título por ano, então isso dá complica a vida para os desafiantes. Lutamos e não muda nada. O que eles devem fazer é encontrar uma maneira de fazer a divisão ​​avançar novamente, porque agora está travada”, completou

Francis Ngannou vive grande momento no Ultimate, com quatro vitórias seguidas, sendo todas por nocaute no primeiro round. A última aconteceu em maio desse ano, quando superou Jairzinho Rozenstruik. Em janeiro de 2018, o camaronês encarou Miocic pelo título da categoria, mas acabou superado na decisão unânime dos juízes.