<
>

UFC: Valentina reforça desejo de fazer trilogia com Amanda Nunes e cita cenário perfeito

No UFC desde 2015, Valentina Shevchenko só foi derrotada por uma pessoa na organização. Em duelos realizados em 2016 e 2017, a atleta do Quirguistão foi superada por Amanda Nunes, ambas por decisão dos jurados. Dessa maneira, a atual campeã do peso mosca (57 kg) voltou a mencionar o desejo por uma trilogia diante da brasileira.

Em coletiva de imprensa após o UFC 255, onde defendeu pela quarta vez seu cinturão, em triunfo sobre Jennifer Maia, Shevchenko demonstrou confiança que vai reencontrar a atual campeã do peso pena (66 kg) e peso galo (61 kg) do Ultimate. Porém, a atleta revelou que pretende fazer essa trilogia somente quando o público puder estar presente nas arenas, fato que agora não acontece por medidas de prevenção ao COVID-19.

“Eu acho que na nossa segunda luta, eu não perdi para a Amanda. Tecnicamente, eu perdi, mas não (risos). Acho que a terceira luta será algo grande, mas tem que ser na hora e lugar certo. Não quero que seja sem os fãs. Quero muito público, energia. Eu sei que vai acontecer em algum momento. Vai ser enorme”, disse a campeã dos moscas.

Valentina Shevchenko defendeu pela quarta vez o cinturão peso-mosca do Ultimate em triunfo sobre Jennifer Maia. Antes da brasileira, a atleta do Quirguistão já havia superado Jessica Eye, Liz Carmouche e Katlyn Chookagian, respectivamente. A lutadora conquistou o cinturão da divisão em 2018, quando derrotou Joanna Jedrzejczyk.