<
>

UFC: Dana White minimiza inatividade de McGregor e alerta Poirer: 'Ele é sempre perigoso'

Após quase sete anos, Conor McGregor e Dustin Poirier vão voltar a se enfrentar dentro de um octógono. Nesta semana houve a confirmação da assinatura do contrato por parte do irlandês, garantindo a realização do confronto no dia 23 de janeiro, na luta principal do UFC 257. Com a expectativa alta para essa revanche, válida pela divisão dos pesos-leves (70 kg), Dana White, presidente do Ultimate, analisou a disputa.

Em entrevista ao programa ‘The Jim Rome Show’, o mandatário da organização fez questão de destacar a forma física com a qual McGregor aparece em suas recentes postagens nas redes sociais. Apesar do irlandês completar um ano sem atuar na data do duelo, Dana afirmou que o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e peso-leve da liga não pode ser subestimado.

“Conor é sempre perigoso. Pelo que vi nas redes sociais, parece que está em ótima forma e que está treinando forte. Mesmo antes disso, ele já treinava para fazer algum tipo de evento beneficente de bicicletas. Então o cara está em ótima forma”, adiantou Dana.

Mas não foi de McGregor que o dirigente falou. Dana White também exaltou a boa fase de Dustin Poirier e enalteceu sua evolução desde a primeira vez em que encarou o irlandês. Após o combate contra o ‘Notorious’, o americano engatou uma série de dez vitórias, um ‘No Contest’ (luta sem resultado) e apenas duas derrotas. Além disso, o lutador conquistou o cinturão interino do peso-leve, em 2019, ao superar Max Holloway.

“Poirier queria essa luta há muito tempo, a revanche com Conor. Ele é um lutador muito melhor do que era da primeira vez que eles lutaram”, explicou o cartola.

Conor McGregor e Dustin Poirier se enfrentaram pela primeira vez em setembro de 2014, quando ambos os lutadores ainda competiam no peso-pena. O irlandês, que depois viria a se sagrar campeão desta divisão e também do peso-leve do Ultimate, venceu o americano por nocaute técnico ainda no primeiro round, na ocasião.