<
>

UFC: Chimaev destaca confiança na vitória em possível duelo contra Usman ou Adesanya

play
UFC: Anderson Silva diz que treinou 500 chutes com cada perna todos os dias por 4 meses para acertar Belfort (1:28)

Em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br, Spider falou sobre a preparação para uma de suas maiores lutas na carreira (1:28)

Apesar de estar no UFC há apenas três meses, Khamzat Chimaev já é a mais nova sensação da entidade, devido à rápida ascensão. O russo naturalizado sueco chegou na liga quebrando recordes ao vencer seus dois primeiros compromissos em um espaço de dez dias, em julho deste ano. Em seguida, o atleta conseguiu sua terceira vitória consecutiva ao nocautear Gerard Meerschaert em 17 segundos. Devido ao grande momento vivido no Ultimate, ele pode estar perto de conseguir uma disputa de título e, caso consiga, o lutador demonstrou confiança de que derrotaria os campeões das duas categorias pelas quais atuou.

Depois de estrear no UFC pela divisão dos pesos-médios (84 kg), o atleta fez sua segunda apresentação em sua categoria de origem, a dos meio-médios (77 kg) – na qual também realizará o seu próximo confronto, diante de Leon Edwards.

Na sequência, Chimaev voltou a subir de peso para encarar Meerschaert, em duelo que deixou clara a vontade do jovem de 26 anos de competir em ambas as divisões. Prova disso é que Chimaev declarou que poderia derrotar tanto Kamaru Usman, campeão dos meio-médios, quanto Israel Adesanya, campeão dos médios.

"(Usman é) um bom lutador, mas não tem aquele soco nocauteador que eu tenho e não tem o wrestling que eu tenho. O que ele vai fazer? Se eu trabalhar duro na academia, ninguém pode me vencer na luta. (Adesanya é) bom na trocação, mas ninguém usou wrestling contra ele. (Contra) Yoel Romero ele só deu três ou quatro socos na trocação… Eu posso vencer esse cara. Como ele vai sair debaixo de mim se eu derrubá-lo? Eu não acho que ele vai. Eu vou bater na cara dele”, garantiu o lutador em entrevista ao canal do UFC no Youtube, antes de comentar o desempenho de ‘Borrachinha’ no confronto contra o nigeriano.

“Acho que o Paulo Costa estava assustado nessa luta. Não sei por que as pessoas têm medo de entrar no octógono e lutar. Na academia, todo mundo é duro, aí vão para a gaiola e amarelam. Eu não entendo essa mentalidade”, finalizou.

O presidente do UFC, Dana White, anunciou recentemente o confronto entre Khamzat Chimaev e Leon Edwards, que deve ocorrer no dia 19 de dezembro. O russo mirava um adversário renomado contra o qual pudesse provar seu valor após se tornar um dos assuntos mais comentados do Ultimate.

Assim como ele, Edwards também buscava um oponente do topo do ranking dos meio-médios da entidade. Apesar de ainda não ter colocado seu nome na classificação oficial, o russo pode ser um grande rival devido à rápida ascensão na liga.