<
>

UFC: Cejudo coloca preço para desistir da aposentadoria e voltar a lutar ainda em 2020

Henry Cejudo está aposentado do MMA e diz que está confortável com a ideia de nunca mais competir. No entanto, o ex-campeão de duas categorias do UFC disse que pode retornar ainda em 2020, mas apenas pelo preço certo.

Cejudo disse à ESPN nesta sexta-feira que ele não falou com o UFC recentemente e não vai atrás de empresários procurando por um retorno. Mas se a organização chegar às cifras que ele quer, ele disse que voltaria imediatamente.

"Se aquela cifra aparecer, eu volto neste ano se eles quiserem. Eu estou em forma, pronto para qualquer coisa. Mas não vou fazer isso só porque as pessoas querem me ver lutar. Eu vou fazer porque faria sentido para mim financeiramente", disse Cejudo..

Cejudo anunciou de forma surpreendente sua aposentadoria no octógono após defender o título dos galos contra Dominick Cruz, no UFC 249, no dia 9 de maio. Ele é um dos quatro lutadores da história a ter dois cinturões de categorias diferentes de forma simultânea, além de ter uma medalha de ouro olímpica.

Mas para o futuro, Cejudo disse que seu legado está assegurado e que ele quer ser devidamente compensado por seus serviços.

"Me mostre o dinheiro", disse Cejudo. "É isso. Eu tenho meu legado, está escrito. Todos sabem o que estou procurando. Eu estou procurando dinheiro. É isso que quero. Tenho todo o ouro, quero o verde".

O agora aposentado lutador até escolheu o adversário ideal para seu retorno.

"Eu sei que posso vencer Volkanovski (campeão dos penas do UFC). Dana White sabe que eu posos vencê-lo e eu sei, segundo fontes".