<
>

Após nocaute, Bate-Estaca assume liderança do ranking peso mosca do UFC

play
Khabib rejeita ideia de nova luta contra McGregor no UFC: 'Lutar pelo quê? Ele não me motiva' (0:58)

Campeão dos leves disse não ter vontade de encarar novas lutas contra McGregor e Poirier (0:58)

Estreante no peso mosca (57 kg), Jéssica Bate-Estaca precisou de apenas um round para atropelar Katlyn Chookagian no co-main event do UFC Fight Island 6, realizado no último sábado (17).

O triunfo por nocaute técnico sobre a até então primeira colocada no ranking da divisão até 57 kg do Ultimate, além de garantir o debute na nova categoria com o pé direito, fez com que a brasileira "roubasse" a posição da americana na lista.

Na atualização semanal dos rankings do UFC, divulgada nesta terça-feira (20), Jéssica já aparece como nova número um no top 15 da categoria. Por outro lado, a ex-campeã peso palha (52 kg) perdeu um posto na lista da divisão até 52 kg, mas segue no top 3. Já na classificação peso por peso feminina, a paranaense ocupa agora a quinta colocação, superando a polonesa Joanna Jedrzejczyk.

Outra movimentação significativa no ranking peso mosca feminino provocada pelo evento disputado no último sábado foi a subida de Gillian Robertson para o 12º lugar. A canadense, que superou a brasileira Poliana Botelho no card preliminar do UFC Ilha da Luta, ganhou três posições, deixando para trás Alexis Davis, Montana De La Rosa e Antonina Shevchenko, irmã da atual campeã da divisão, Valentina.

Já o mineiro Paulo Borrachinha, que foi derrotado pelo campeão peso médio (84 kg) Israel Adesanya no UFC 253, no último dia 26 de setembro, caiu para a terceira posição no ranking da categoria. Quem superou o brasileiro e agora ocupa a segunda colocação foi o americano Jared Cannonier, que mede forças contra Robert Whittaker neste sábado (24), no co-main event do UFC 254, na Ilha da Luta, em duelo que pode definir o próximo desafiante ao título do nigeriano.