<
>

Com mais de 250 golpes aplicados no chão, coreano bate recorde que durava 11 anos no UFC

play
Chimaev dá aula para John Phillips, quem nocauteou há três meses, e o ajuda com dicas antes de luta (0:29)

Depois, no octógono, o lutador foi derrotado por Park Jun-Yong (0:29)

No último sábado (17), Jun Yong Park impressionou o mundo do MMA com um atropelo histórico sobre John Phillips, no UFC Fight Island 6, na Ilha da Luta em Abu Dhabi (EAU).

A ampla superioridade do sul-coreano lhe rendeu o novo recorde de golpes aplicados no chão, não apenas da categoria peso médio (84 kg), mas de toda a história do Ultimate.

Park aplicou um total de 258 golpes em seu adversário, superando a marca anterior de 251, que pertencia a Matt Riddle, quando venceu Steve Bruno, no UFC Fight Night 17: Lauzon vs. Stephens, em fevereiro de 2009. Tais números foram traduzidos em um amplo domínio do coreano nos três assaltos e renderam ao atleta uma vitória por decisão unânime dos juízes – os três jurados da luta deram a pontuação de 30-25 para Park.

Depois da luta, Daniel Cormier subiu ao octógono para revelar o feito ao lutador asiático, que reagiu surpreso e questionou se havia dado mais golpes no adversário do que Chimaev. Vale lembrar que John Phillips enfrentou Khamzat Chimaev em julho de 2020, quando também foi derrotado com ampla vantagem do adversário. O vídeo foi divulgado através das conta oficial do Instagram da ESPN.

Antes do confronto, Park possuía apenas duas atuações pela organização, somando uma vitória e uma derrota. O sul-coreano foi finalizado em sua estreia contra Anthony Hernandez, em agosto de 2019, mas se recuperou ao derrotar o canadense Marc-Andre Barriault, em dezembro do mesmo ano. Por sua vez, John Phillips vive um momento difícil no UFC. Em suas últimas seis atuações, o galês conseguiu triunfar apenas uma vez, contra Alen Amedovski, em setembro de 2019.