<
>

UFC: Thomas Almeida faz boa luta, mas perde por decisão unânime em retorno ao octógono após quase 3 anos

play
Dana White confirma ter oferecido luta contra Poirier a McGregor, mas afirma: 'Não faço ideia do que está acontecendo com ele' (1:04)

Presidente do UFC conversou com a ESPN sobre a volta de Conor ao octóono (1:04)

Sem lutar desde janeiro de 2018, Thomas Almeida passou por momentos complicados até entrar no octógono neste sábado (17), em Abu Dhabi (EAU). Depois de duas cirurgias no olho, mudança de data de luta e a troca de seu adversário, o brasileiro mediu forças contra Jonathan Martinez na abertura do card principal do ‘UFC Fight Island 6’. E o tempo afastado parece ter pesado em sua performance.

Apesar de ter aceitado a luta em cima da hora, o que o impediu de cortar peso para atuar como peso-galo (61 kg), obrigando que a disputa fosse realizada na divisão dos penas (66 kg), Martinez foi superior em todos os assaltos e mostrou desenvoltura em pé contra um especialista no muay thai.

Com mais contundência em seus ataques e total superioridade no volume de ataques, o americano venceu os três rounds disputados, anotou seu segundo triunfo seguido no evento e frustrou o retorno do brasileiro ao maior evento de MMA do planeta.

Com o resultado, ‘Thominhas’ perdeu sua terceira disputa seguida no UFC e agora conta com o retrospecto de apenas um triunfo em suas últimas cinco apresentações no octógono.

A luta

Mais cauteloso do que o costume, Thomas estudou os passos do adversário e optou por utilizar todo o espaço do octógono para atacar em momentos singulares, principalmente com chutes nas pernas de Martinez. No entanto, o primeiro round ficou marcado pelo crescimento do rival no decorrer dos cinco minutos disputados.

Com diversos jabs e dois cruzados de esquerda que acertaram em cheio o rosto do atleta da equipe Chute Boxe, o americano garantiu a vantagem parcial ao anotar mais contundência em seus ataques. Thomas 9 vs 10 Martinez.

Na etapa seguinte, a dinâmica da disputa se manteve e americano chegou a trocar de base para, ao atacar como canhoto, confundir o adversário. Com golpes retos, Martinez acertou mais e anotou nova vantagem com volume superior de golpes.

No terceiro e último round, Thomas voltou a sofrer com a potência dos ataques do adversário, que ainda manteve a calma para escapar das tentativas de golpes em sequência do brasileiro.

Veja os resultados do ‘UFC Fight Island 6’:

Jonathan Martinez venceu Thomas Almeida por decisão unânime;
Guram Kutateladze venceu Mateusz Gamrot por decisão dividida;
Gillian Robertson venceu Poliana Botelho por decisão unânime;
Park Jun Yong venceu John Phillips por decisão unânime;
Fares Ziam venceu Jamie Mullarkey por decisão unânime;
Maxim Grishin nocauteou Gadzhimurad Antigulov no 2º round;
Said Nurmagomedov nocauteou Mark Striegl no 1º round.