<
>

UFC: Adesanya dá risada de vídeo de Borrachinha, ataca 'desculpas' e rebate Jon Jones

play
Borrachinha se irrita, vê desrespeito de Adesanya após nocaute e pede revanche: 'Vou arrancar a cabeça desse palhaço' (0:59)

Brasileiro detonou atitude do rival após vencer a luta no último sábado, pelo UFC 253 (0:59)

Israel Adesanya concedeu entrevista à ESPN e falou sobre Paulo Borrachinha e Jon Jones. Depois de nocautear o brasileiro no UFC 253, o campeão dos médios ironizou os pedidos por revanche do rival e rebateu o meio-pesado, seu desafeto declarado.

Sobre a luta com Borrachinha, o nigeriano ressaltou o fato de não ter sofrido um soco sequer no rosto e reagiu com risadas ao vídeo gravado por Borrachinha falando sobre revanche.

*Conteúdo patrocinado por SportingBet

“Eu o deixei dar uns chutes, para que eu pudesse pegá-lo, mas eu não tomei um soco sequer no rosto. Nenhum. Não sei se é um novo recorde. Contra um cara como Paulo Costa. Quando você tem um cara assim, que fala tanta m... antes da luta... Eu disse, ele é um 'bully'. Com um cara que fala tanto, desrespeita tanto, você sabe o que vai acontecer”, disse.

Neste momento, Adesanya começa a rir e, ao ser questionado por Ariel Helwani sobre o motivo, responde, imitando Borrachinha: “A coisa da revanche. ‘Estou focado, é sério... Agora é a luta, me deem a revanche. As pessoas querem isso’. Vi isso e dei muita risada.”

Adesanya também ironizou a entrevista do empresário de Borrachinha, Wallid Ismail, que revelou que o brasileiro teve problemas para dormir antes do combate em Abu Dhabi.

play
0:59

Borrachinha se irrita, vê desrespeito de Adesanya após nocaute e pede revanche: 'Vou arrancar a cabeça desse palhaço'

Brasileiro detonou atitude do rival após vencer a luta no último sábado, pelo UFC 253

“O que aconteceu? Diga. São desculpas. Nada aconteceu. O que aconteceu é que ele foi massacrado. Não houve nada. Se ele tivesse vencido, ele teria dito que lutou contra o maior da história”, disparou Adesanya, que ainda guardou artilharia para outro alvo: Jon Jones.

“Ele disse algo como: 'Você precisa de mim, fica falando meu nome'. Mas quem está falando sobre quem? Seja sincero, me responda, quem fala de mim todo tempo? Respondo agora: ei, Jon, cala a p... da boca para sempre, seu m..., filho da p...”, atacou, disparando palavrões.

“Não posso esperar. Esse cara, como disse, ele precisa de mim. Tem inveja. Vê esse jovem negro, destruidor, fazendo tudo que ele gostaria de fazer. E, quando digo isso, as pessoas não entendem. É fácil, já estive lá antes. Ele tem inveja de mim, tenho o brilho que ele gostaria de ter. A cada luta fico melhor. E ele quer me enfrentar antes disso. Me dê tempo, estou trabalhando, melhorando. E agora posso dizer que sou o melhor meio-pesado do mundo.”

Sobre o futuro, Adesanya, inclusive, abriu as portas para uma luta contra Jan Blachowicz, novo campeão dos meio-pesados, mas disse também ainda ter objetivos nos médios, como encarar Jared Cannonier – que encara o ex-campeão Robert Whittaker em 24 de outubro.