<
>

UFC: Dana admite interesse em Masvidal vs Covington: 'É a luta que faz sentido'

Ao que tudo indica, o Ultimate modificou seus planos para o próximo compromisso de Jorge Masvidal, atual número quatro no ranking dos meio-médios (77 kg). Depois de indicar que ‘Gamebred’ teria pela frente novamente Nate Diaz, em revanche pelo cinturão ‘BMF’, Dana White parece ter mudado de ideia e agora admite a possibilidade de casar o duelo entre o americano e Colby Covington.

Em entrevista coletiva após o UFC 253, realizado no último sábado (26), na Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU), o presidente do Ultimate exaltou a vitória recente de Covington sobre o ex-campeão meio-médio Tyron Woodley e colocou o duelo entre os ex-companheiros de equipe, e atuais desafetos, como prioridade para a organização. Ainda que descartada momentaneamente, a revanche entre Diaz e Masvidal segue nos planos futuros da entidade, de acordo com o dirigente.

"É muito possível (que Masvidal vs Covington) seja a próxima. Eu não sei se nós conversamos com Nate ainda. Mas, sim, depois da luta do Colby (contra Tyron Woodley), como você pode não fazer essa luta? Essa é a luta que faz sentido”, afirmou Dana White, antes de dar outro motivo para a troca de planos da organização.

“A revanche contra Nate Diaz vai estar lá, não importa o que aconteça”, concluiu o dirigente.

Ex-companheiros de equipe na ‘American Top Team’, Jorge Masvidal e Colby Covington possuíam uma relação de amizade até se desentenderem há alguns anos. Desde então, os meio-médios se tornaram rivais declarados e a inimizade entre eles, que contou inclusive com ameaças públicas, influenciou na saída de ‘Chaos’ do time do qual fazia parte desde seu início no MMA.

Por sua vez, Masvidal e Nate Diaz se enfrentaram em novembro do ano passado, na luta principal do UFC 244. Com o cinturão ‘BMF’ (lutador ‘mais durão’), confeccionado especialmente para este combate, em jogo, ‘Gamebred’ dominou amplamente o duelo até a interrupção médica – por conta de um corte no rosto de Diaz – ao final do terceiro round, dos cinco previstos, encerrar a peleja e conceder a vitória a ele, assim como o título simbólico.