<
>

UFC 253: Borrachinha fala pela 1ª vez após ser nocauteado por Adesanya e promete: 'Retornarei melhor, como sempre!'

play
UFC | Promessa de morte, 'ele é burro' e muito mais: relembre as ofensas trocadas entre Adesanya e Borrachinha desde antes da luta ser marcada (1:04)

Rivais se cutucam há muito tempo pelo cinturão dos médios (1:04)

Paulo Borrachinha falou pela primeira vez após ser nocauteado no UFC 253 por Israel Adesanya. E usou o Instagram para passar uma mensagem positiva.

"Retornarei melhor, como sempre!", postou.

Ver essa foto no Instagram

I will come back stronger 👊 Retornarei melhor , como sempre!

Uma publicação compartilhada por Paulo Costa (@borrachinhamma) em

O brasileiro tentou o que pôde para desestabilizar Adesanya. Abaixou as mãos, falou bastante e tentou de tudo para provocar. O nigeriano, porém, não caiu na dele e fez um jogo simplesmente perfeito.

Primeiro, castigou a perna da frente do brasileiro com uma verdadeira 'metralhadora de chutes'. Depois, abriu um corte no rosto do brasileiro com mais uma de suas patadas. E no fim nocauteou Paulo com um soco que pegou em cheio na têmpora.

Foi a primeira derrota da carreira de Borrachinha. Ele chegou invicto para a disputa de cinturão, com 13 vitórias nas 13 lutas que havia feito até então.

Veja todos os resultados do UFC 253:

CARD PRINCIPAL

Israel Adesanya (NIG) nocauteou Paulo Borrachinha (BRA) aos 3:59 do 2º round – pelo cinturão dos pesos médios
Jan Blachowicz (POL) nocauteou Dominick Reyes (EUA) aos 4:36 do 2º round – pelo cinturão vago dos meio-pesados
Brandon Royval (EUA) finalizou Kai Kara-France (NZL) com uma guilhotina a 0:48 do 2º round - moscas
Ketlen Vieira (BRA) venceu Sijara Eubanks (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – galos feminino
Hakeem Dawodu (CAN) venceu Zubaira Tukhugov (RUS) na decisão dividida dos jurados (28-29, 30-27, 29-28) - penas

CARD PRELIMINAR

Brad Riddell (NZL) venceu Alex Leko (BRA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - leves
Jake Matthews (AUS) venceu Diego Sanchez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-26) – meio-médios
Ludovit Klein (SVK) nocauteou Shane Young (NZL) aos a 1:16 do 1º do 1º round - penas
William Knight (EUA) venceu Aleksa Camur (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 30-27 e 30-27) – meio-pesados
Juan Espino (ESP) finalizou Jeff Hughes (EUA) com um neck crank aos 3:48 do 1º round - pesados
Danilo Marques (BRA) venceu Khadis Ibragimov (RUS) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) – meio-pesados