<
>

Adesanya responde crítica, diz que teve que lembrar a todos quem é o melhor e já escolhe próximo rival

play
Irmão conta como foi 1ª luta de Borrachinha no MMA: 'Bolsa era de R$ 200, mas o dono só tinha R$ 100' (1:36)

Borrachinha duela com Adesanya neste fim de semana pelo cinturão dos médios no UFC 253 (1:36)

A luta entre Adesanya e Borrachinha era uma das mais esperadas dos últimos tempos.

O nigeriano justificou a expectativa e "amassou" o brasileiro com um nocaute técnico no segundo round, mantendo o cinturão do peso médio do UFC.

Na entrevista após a luta, Adesanya disparou contra os críticos e contra a mídia que, segundo ele, passou a diminuí-lo após a vitória sobre Yoel Romero em uma luta que foi considerada pela grande maioria como decepcionante.

"Eu venho dizendo para vocês. Como Roy Jones disse, vocês devem ter esquecido. O que aconteceu na última luta fez vocês pensarem "ele é tão chato, blá blá blá", inclusive vocês da mídia. Eu tive que lembrá-los quem é o melhor", comentou.

Na sequência, o nigeriano também elegeu o próximo desafiante ao cinturão.

"Eu já mandei uma mensagem para Jared (Cannonier). Falei para ele, "você destrói (Robert) Whittaker e você é o próximo". É ele quem eu quero lutar. É só derrubar Whittaker que ele é o próximo."

Cannonier e Whittaker se enfrentarão no UFC 254, em outubro.

Veja todos os resultados do UFC 253:

CARD PRINCIPAL

Israel Adesanya (NIG) nocauteou Paulo Borrachinha (BRA) aos 3:59 do 2º round – pelo cinturão dos pesos médios
Jan Blachowicz (POL) nocauteou Dominick Reyes (EUA) aos 4:36 do 2º round – pelo cinturão vago dos meio-pesados
Brandon Royval (EUA) finalizou Kai Kara-France (NZL) com uma guilhotina a 0:48 do 2º round - moscas
Ketlen Vieira (BRA) venceu Sijara Eubanks (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – galos feminino
Hakeem Dawodu (CAN) venceu Zubaira Tukhugov (RUS) na decisão dividida dos jurados (28-29, 30-27, 29-28) - penas

CARD PRELIMINAR

Brad Riddell (NZL) venceu Alex Leko (BRA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - leves
Jake Matthews (AUS) venceu Diego Sanchez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-26) – meio-médios
Ludovit Klein (SVK) nocauteou Shane Young (NZL) aos a 1:16 do 1º do 1º round - penas
William Knight (EUA) venceu Aleksa Camur (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 30-27 e 30-27) – meio-pesados
Juan Espino (ESP) finalizou Jeff Hughes (EUA) com um neck crank aos 3:48 do 1º round - pesados
Danilo Marques (BRA) venceu Khadis Ibragimov (RUS) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) – meio-pesados