<
>

UFC: Diego Sanchez elege McGregor como rival ideal para luta de despedida: 'Meu sonho'

play
UFC | Promessa de morte, 'ele é burro' e muito mais: relembre as ofensas trocadas entre Adesanya e Borrachinha desde antes da luta ser marcada (1:04)

Rivais se cutucam há muito tempo pelo cinturão dos médios (1:04)

Apesar de ter quatro lutas restantes em seu contrato com o Ultimate, Diego Sanchez, de 38 anos, tem consciência de que a hora de pendurar as luvas está próximo. Recentemente, o veterano – vencedor da primeira edição do reality show ‘The Ultimate Fighter’ – chegou a mencionar que o confronto deste sábado (26) contra Jake Matthews, pelo UFC 253, poderia ser a última luta de sua carreira.

No entanto, ao que tudo indica, essa possibilidade já não passa mais pela cabeça do americano. Em conversas com a imprensa durante o media day do UFC 253, Sanchez indicou que pretende cumprir com todos os compromissos previstos no contrato e aproveitou para eleger Conor McGregor como adversário ideal para sua despedida dos octógonos.

“Eu estou procurando por algumas lutas lendárias. Eu digo que penso grande, Conor McGregor é a luta número quatro. Eu me imagino dominando essas próximas três lutas e finalizando minha carreira com Conor McGregor – esse é o meu sonho. Eu estarei aqui esperando se ele quiser fazer isso no final da estrada”, declarou Diego Sanchez.

No MMA profissional desde 2002, Diego Sanchez soma 30 vitórias e 12 derrotas em seu cartel, tendo feito a maior parte de suas lutas no octógono do Ultimate, onde iniciou sua trajetória há 15 anos. Neste sábado, o veterano faz seu combate número 43 na carreira, diante do australiano Jake Matthews, 12 anos mais jovem que o americano.