<
>

Donald Cerrone atinge marca de 50 testes antidoping e ganha jaqueta comemorativa de presente do UFC

play
Conheça o fenômeno do UFC que venceu 2 em 10 dias e luta neste sábado já com outro duelo 'pré-agendado' (1:46)

Khamzat Chimaev tem um estilo de luta que lembra Khabib Nurmagomedov (1:46)

Logo após o final da pesagem oficial para o UFC Las Vegas 11 nesta sexta-feira (18), a organização do show fez um anúncio surpresa para os jornalistas presentes na cerimônia. Escalado para o card, Donald Cerrone se tornou o terceiro atleta do show a atingir a marca de 50 testes antidoping de forma limpa.

Pelo feito, o veterano recebeu uma jaqueta comemorativa das mãos de Jeff Novitzky, responsável por liderar o protocolo de controle contra o uso de substâncias para aumento de performance no UFC. Em breve comunicado, o dirigente parabenizou o atleta.

“Para muitos atletas é difícil acordar todos os dias e tomar a decisão de não usar nenhuma substância. Além disso, são muitos testes e ele sempre tem que avisar onde está e para onde vai. O Cerrone é um grande exemplo disso. Hoje ele atinge a marca de 50 testes”, celebrou.

Feliz com a marca atingida, o atleta vestiu o presente e relembrou rapidamente que o próprio time da USADA (agência antidoping americana) precisou se adaptar ao seu estilo de vida. De acordo com o ‘Cowboy’, ao chegarem em seu rancho de madrugada pelas primeiras vezes, eles corriam até o risco de serem baleados.

“Uma vez eu tive um cara na porta às 11 da noite e depois 6 horas da manhã, na manhã seguinte. Se alguém está batendo na sua porta 11 horas da noite, primeiro de tudo, você não pode entrar no rancho, e eles estavam lá. Então, eu recepcionei o cara com uma arma e ele: ‘Oh, eu sou da USADA’. Porque eles não podem ligar para você, eles não podem deixar você saber que eles estão vindo. Mas agora nós já resolvemos isso”, contou Cerrone, de forma bem-humorada.

Vale lembrar que tal honraria só foi alcançada anteriormente por Daniel Cormier e Holly Holm, veteranos e ex-campeões do evento.