<
>

UFC: Khabib classifica comparações com Muhammad Ali como inapropriadas

play
Adesanya relembra dia em que Borrachinha 'não quis olhar na sua cara', mas garante: 'Não é pessoal, são negócios' (0:59)

Dono do cinturão peso-médio enfrenta o brasileiro no UFC 253, em 26 de setembro (0:59)

Em uma época na qual se torna cada vez mais comum fazer ligações entre atletas de diferentes períodos, e até mesmo modalidades, em virtude de alguma similaridade entre eles, era de se esperar que Khabib Nurmagomedov – campeão peso-leve (70 kg) e uma das principais estrelas do UFC – fosse alvo de uma comparação com um personagem histórico do esporte mundial. Por conta do domínio sobre os adversários no octógono e por seguir a religião muçulmana, o russo vê seu nome ser colocado lado a lado com Muhammad Ali, um dos maiores expoentes do boxe em todos os tempos.

E, ainda que se sinta honrado com a comparação, Khabib não parece concordar com o fato de ser colocado no mesmo patamar que o ídolo da nobre arte, falecido em 2016.

Em entrevista ao ‘True Gym MMA’, o russo ressaltou o importante papel exercido por Ali como ativista político e social fora dos ringues para justificar sua opinião. Vale lembrar que o ex-pugilista, consagrado como medalhista de ouro na Olimpíada de Roma, em 1960, e campeão mundial de boxe profissional, foi uma das figuras mais preponderantes no combate à segregação racial ainda presente nos Estados Unidos na época.

"Eu gosto que as pessoas comparem a gente, mas eu acho que isso é inapropriado. Todas as coisas que ele fez fora do ringue, com elas eu não posso ser comparado. De fato, no período que ele foi um campeão. Ele era de outra raça, e naquele tempo na América, as pessoas negras eram tratadas muito mal. E de acordo com as histórias dele, ele não era nem atendido em restaurantes. Ele jogou fora sua medalha de ouro (olímpica). Ele mudou bastante a atitude para com sua raça, então nós não podemos ser comparados”, declarou Khabib.

Atual campeão peso-leve do Ultimate, Khabib Nurmagomedov coloca o cinturão linear da divisão em jogo contra Justin Gaethje, campeão interino, no próximo dia 24 de outubro, na luta principal do UFC 254, que acontece na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU).

O russo segue invicto em sua carreira no MMA profissional após 28 combates disputados.