<
>

UFC: Fim da linha para Max Roshkopf, que desistiu de combate em estreia na organização

A passagem de Max Rohskopf pelo UFC terminou. O americano, que fez sua estreia na liga em junho deste ano, quando foi derrotado por Austin Hubbard, foi demitido pela franquia, de acordo com informações do site ‘MMA Fighting’. Porém, o resultado em si não deve ter pesado para a decisão do seu corte, mas a maneira que ele se portou em seu debute, que levantou uma grande polêmica no mundo do MMA.

O lutador protagonizou uma situação delicada, em que pediu para abandonar seu compromisso no intervalo da segunda para a terceira parcial e viu seu treinador, Robert Drysdale tentar impedi-lo.

Mas apesar da insistência do treinador, o atleta não mudou de opinião e a vitória foi dada ao adversário.

O técnico do lutador, na sequência, em conversa com a reportagem da Ag. Fight, afirmou que não se arrependeu do fato.

Rohskopf explicou a situação e afirma que se boicotou, relembrando outros episódios em sua carreira em que repetiu a mesma postura.

Além disso, o americano defendeu a atitude do seu treinador e ressaltou sua boa relação com Drysdale por ele ter aberto as portas de sua casa e academia para que ele pudesse praticar MMA.

Entretando, a decisão do UFC contraria os comentários de Dana White logo após a estreia do lutador. Na ocasião, o mandatário da franquia defendeu o americano das críticas e destacou que o nível da liga é outro, para não crucificar a postura de Rohskopf.

No MMA desde 2018, Max Rohskopf acumula cinco vitórias e apenas uma derrota na carreira profissional. Com sua saída do Ultimate, agora o americano de 25 anos, vai buscar retomar o caminho das vitórias em outros eventos para, no futuro, ganhar novamente uma chance na maior liga de MMA do mundo, por ainda ser bem novo.