<
>

UFC: Jim Miller, o ex-construtor que 'saía na mão' com o irmão e se tornará o 'homem de ferro' do Ultimate

Jim Miller, de 36 anos, ao entrar no octógono diante de Vinc Pichel neste sábado, no UFC 252, se tornará o homem com mais lutas realizadas na história da organização.

Miller, que tem 32 vitórias e 14 derrotas em seu cartel, está no UFC desde 2008 e irá fazer sua 36ª luta, desempatando com Donald Cerrone, o Cowboy, como homem que mais vezes entrou no octógono em toda a história.

Mas por pouco ele não iniciou a sua carreira no MMA. Antes de se arriscar nas lutas, Miller trabalhava junto com o pai no ramo da construção. Até que percebeu que aquilo não era para ele.

"Crescendo, ele foi criado de uma forma 'à moda antiga'. Não é segredo que Jim e seus irmãos trabalhavam em construções com seu pai. Todo verão, enquanto algumas crianças passavam as férias viajando, os Millers acordavam cedo, pregavam e construiam casas", diz a biografia de Jim Miller em seu site oficial.

"Fazia -10 graus e nós em cima de escadas. Você já tentou martelar pregos usando três pares de luvas para evitar que suas mãos congelem?", disse Miller, em entrevista ao site "Press of Atlantic City".

"Nós éramos péssimos funcionários. Nós víamos muito UFC e Pride e acabávamos saindo na porrada toda hora. Foi aí que meu pai sugeriu que fizéssemos aquilo para sobreviver", completou.

Ele e seu irmão, Dan Miller, acabaram se tornando lutadores profissionais de MMA.

Dan Miller se aposentou em 2015 com um cartel de 14 vitórias e 8 derrotas, sendo algumas delas para nomes como Demian Maia, Chael Sonnen e Michael Bisping.

Jim Miller, agora, entrará para os recordes da maior organização de MMA do mundo, "construindo" de fato uma carreira histórica.