<
>

UFC: Cormier revela que saiu de casa durante camp para proteger esposa grávida

play
Um mês antes de encarar Borrachinha no UFC, Adesanya ousa e pinta o cabelo de rosa (0:09)

Dono do cinturão defende título dos médios contra o brasileiro no UFC 253 | via @stylebender (0:09)

Prestes a escrever o derradeiro capítulo da trilogia contra Stipe Miocic, no que deve marcar também a última luta de sua carreira, Daniel Cormier parece disposto a superar todos os obstáculos para que sua preparação o deixe na melhor condição possível para se despedir em grande estilo do esporte. Mesmo que isso signifique se afastar momentaneamente de sua família e viver em uma “bolha” de proteção e foco.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, o veterano exaltou o camp de treinamentos feito para o terceiro duelo diante de Stipe Miocic – marcado para acontecer no dia 15 de agosto, pelo UFC 252, em Las Vegas (EUA) – e destacou a importância da compreensão da família em uma situação inusitada. Com sua esposa grávida de sete meses e meio, além dos dois filhos ainda jovens, Cormier optou por se mudar para uma segunda casa, a fim de evitar qualquer risco de contaminação por COVID-19 para sua família, já que está mais exposto em razão dos treinos na academia ‘AKA’.

“Sim, eu tenho uma esposa que está grávida de sete meses e meio. Duas crianças, uma de 9 anos e outra de 8 anos. E eu não estou nem vivendo na minha casa porque eu estou tendo que me preparar para essa luta – mas isso também mostra o compromisso da família de entender que o que eu estou tentando fazer aqui é bastante especial”, revelou ‘DC’.

No primeiro confronto entre Daniel Cormier e Stipe Miocic, realizado em julho de 2018, ‘DC’ levou a melhor, ao nocautear o, até então campeão, e adicionar o cinturão peso-pesado à cinta dos meio-pesados (93 kg), esta renunciada pelo próprio alguns meses depois. Já em agosto do ano passado, na revanche, Stipe conseguiu recuperar seu título com uma vitória por nocaute técnico sobre o rival.