<
>

Derrick Lewis promete retomar estilo agressivo contra russo no UFC Las Vegas

play
Um mês antes de encarar Borrachinha no UFC, Adesanya ousa e pinta o cabelo de rosa (0:09)

Dono do cinturão defende título dos médios contra o brasileiro no UFC 253 | via @stylebender (0:09)

Após amargar duas derrotas consecutivas, Derrick Lewis decidiu cuidar melhor da sua forma física e, mais leve, conseguiu reverter a situação com um par de vitórias seguidas. Em fase de adaptação ao novo corpo, o peso-pesado utilizou as últimas apresentações para testar seu condicionamento, chegando ao final dos três rounds em ambas, algo raro em sua carreira.

Agora, no entanto, o americano visa voltar ao estilo de luta agressivo que o proporcionou 18 de suas 23 vitórias por nocaute. Em conversa com a imprensa durante o media day virtual, Lewis – que encara Aleksei Oleinik no main event do UFC Las Vegas, neste sábado (8) – prometeu retornar às raízes e, inclusive, apresentar algumas novidades na peleja contra o russo.

“Tenho sido tímido nos ataques (nas últimas lutas). Eu era uma nova criatura. Um tipo diferente de corpo entrando no octógono, se sentindo diferente, mais leve, mais rápido, e eu apenas queria testar isso. Agora que eu já testei indo todos os três rounds nas minhas últimas duas lutas, eu sinto que estou mais confortável e posso realmente me soltar no primeiro round e não morrer no gás. É isso que eu planejo fazer no sábado”, revelou Derrick Lewis, antes de completar.

“Acho que vocês vão ver algo que não tem visto de mim em um longo tempo no octógono. Eu vou entrar como uma bola flamejante. Algo maluco, algo diferente. Vocês vão ver algo diferente do que estão acostumados. É isso. Vai ter mais ação de minha parte, ao invés de ser mais paciente e esperar até os últimos dez segundos de luta. Eu vou estar mais ativo nessa luta”, concluiu o peso-pesado.

Ex-desafiante ao cinturão dos pesos-pesados do UFC, Derrick Lewis ocupa atualmente a quarta posição no ranking da categoria e uma vitória sobre Oleinik no sábado pode colocá-lo novamente próximo de um ‘title shot’.

O americano, de 35 anos, possui 23 vitórias, sete derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado) em sua carreira no MMA profissional.