<
>

Dana White confirma Jennifer Maia como próxima desafiante ao cinturão do UFC

play
Conor McGregor com adversário definido? Dana White não mostra interesse em luta e deixa futuro do irlandês em aberto (0:37)

Presidente do UFC concedeu entrevista e respondeu a questões sobre o lutador ser desafiado (0:37)

Definitivamente, o Brasil vive uma nova fase no UFC. Depois de Deiveson Figueiredo conquistar o cinturão do peso mosca (57 kg), o país passou a esperar os duelos de Paulo Borrachinha e Gilbert Durinho, que disputam os cinturões dos médios (84 kg) e meio-médios (77 kg) respectivamente.

A partir deste sábado (1º), porém, esta lista ganhou mais um nome.

Co-main event do card realizado em Las Vegas, Jennifer Maia contrariou o amplo favoritismo de Joanne Calderwood e finalizou a escocesa logo no primeiro round, em performance que lhe garantiu o prêmio bônus de U$ 50 mil (R$ 261 mil). Além disso, a brasileira recebeu a aprovação imediata de Dana White para disputar o cinturão na sequência.

“Essa é a luta (a ser feita), ela pareceu ótima. Tenho muito respeito pela JoJo (Joanne Calderwood ), ela vem treinando duro e levando a carreira muito a sério. Se mudou para Las Vegas… Mas Jennifer estava incrível hoje a noite. Faz sentido que ela lute com a Valentina”, finalizou a atleta.

Antes disso, a própria Valentina Shevchenko, campeã da categoria, apontou a curitibana como merecedora da vaga que, curiosamente, era de Joanne. Escalada para disputar o título, a escocesa viu na lesão da rival uma brecha para preencher a vaga deixada por Viviane Araújo (que testou positivo para COVID-19) e encarar Jennifer neste sábado com apenas duas semanas de preparação.

‘Vejo você em breve, Jennifer Maia”, postou a campeã