<
>

Dana diz que 'Aldo calou os críticos' mesmo com derrota e detona árbitro por deixar brasileiro apanhar: 'Horrível'

play
UFC 251: de campeão dos penas para desafiante dos galos, veja como Aldo se transformou para buscar outro cinturão (0:42)

Brasileiro enfrenta Petr Yan, neste sábado, disputando o título da categoria (0:42)

No UFC 251, José Aldo tentou conquistar o título do peso galo contra Petr Yan.

O brasileiro acabou perdendo por nocaute técnico no quinto round e, mesmo com a derrota, foi elogiado pelo patrão Dana White.

"Aldo foi bem. Calou os críticos que diziam que ele não merecia outra chance pelo título. Aldo lutou contra o melhor da categoria e foi muito bem nisso. Ele pode fazer o que quiser (sobre seu futuro)", disse Dana em coletiva após o evento.

No quinto round, Yan acertou um soco em Aldo, que caiu no chão e, por quase três minutos, foi surrado pelo russo até o árbitro Leon Roberts resolver parar a luta. A demora foi bastante criticada pelos fãs e também por Dana.

"Horrível, horrível a decisão do juiz. Deveria ter parado a luta muito antes. Parece que precisamos melhorar nossos julgamentos aqui na Ilha da Luta", finalizou.

Veja todos os resultados do UFC 251

CARD PRINCIPAL

Kamaru Usman (NIG) venceu Jorge Masvidal (EUA) na decisão unânime dos jurados (50-45, 50-45 e 49-46) - pelo cinturão dos meio-médios
Alexander Volkanovski (AUS) venceu Max Holloway (EUA) na decisão dividida dos jurados (47-48, 48-47 e 48-47) - pelo cinturão dos penas
Petr Yan (RUS) nocauteou José Aldo (BRA) aos 3:24 do 5º round - pelo cinturão dos galos
Rose Namajunas (EUA) venceu Jéssica Bate-Estaca (BRA) na decisão divida dos jurados (29-28, 28-29 e 29-28) - palha feminino
Amanda Ribas (BRA) finalizou Paige VanZant (EUA) com uma chave de braço aos 2:21 do 1º round - moscas feminino

CARD PRELIMINAR

Jiri Prochazka (TCH) nocauteou Volkan Oezdemir (SUI) a 0:49 do 2º round - meio-pesados
Muslim Salikhov (RUS) venceu Elizeu Capoeira (BRA) na decisão dividida dos jurados (30-27, 28-29 e 29-28) - meio-médios
Makwan Amirkhani (FIN) finalizou Danny Henry (ESC) com um triângulo de mão aos 3:15 do 1º round - penas

Léo Santos (BRA) venceu Roman Bogatov (RUS) na decisão unânime dos jurados (29-26, 29-26 e 29-26) - leves
Marcin Tybura (POL) venceu Maxim Grishin (RUS) na decisão unânime dos jurados (30-37, 30-27 e 30-26) - pesados
Raulian Paiva* (BRA) venceu Zhalgas Zhumagulov (CAZ) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - moscas
Karol Rosa (BRA) venceu Vanessa Melo* (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-27) - galos

Davey Grant (ING) nocauteou Martin Day (EUA) aos 2:38 do 3º round - galos

* Lutadores que não bateram o peso