<
>

UFC: Amanda Ribas destaca preparação feita 'em casa' com ajuda do FaceTime

play
Amanda Ribas revela choro ao ser reconhecida por crianças e diz querer ser muito mais que 'apenas' campeã do UFC (2:36)

Lutadora do Peso Palha do UFC deu entrevista exclusiva à ESPN Brasil (2:36)

Acostumada a finalizar a preparação para suas lutas na ‘American Top Team’, academia localizada na Flórida (EUA), Amanda Ribas teve que alterar seus planos devido a pandemia do novo coronavírus, que trouxe a proibição da entrada de pessoas vindas do Brasil nos Estados Unidos. Com isso, a mineira realizou todo o camp para enfrentar Paige VanZant – em duelo que acontece neste sábado (11), no card principal do UFC 251 – na academia da família, em Varginha (MG), sua cidade natal.

Entretanto, de acordo com a atleta, a mudança não foi tão drástica quanto possa parecer. Sob o comando de seu pai, Marcelo Ribas, que normalmente já fica encarregado da parte em pé, e com a ajuda na preparação física de seu irmão, Arthur, Amanda ainda teve, mesmo que não presencialmente, as orientações de Marcos ‘Parrumpinha’, responsável por seu grappling na ATT, e que, mesmo dos Estados Unidos, participou de seus treinamentos através de aplicativos de videoconferência na internet.

Se por um lado a mineira não pôde contar com a maior estrutura da ATT, a tranquilidade de estar em sua casa, cercada dos cuidados de toda a família, pode ser um ponto favorável na preparação para este combate. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Amanda ressaltou ainda a importância de poder mostrar ao mundo, de uma vez por todas, que pode lutar em alto nível no UFC mesmo treinando em uma cidade pequena de Minas Gerais.

“O que mudou foi que o sensei Parrumpinha geralmente finaliza o meu camp presencialmente. Dessa vez, eu fiz a parte de trocação com o meu pai, que eu já fazia nas outras vezes, preparação (física) eu estou fazendo com o meu irmão, e com o sensei Parrumpinha, que é a parte de chão e de quedas, é só pelo FaceTime, isso que mudou. O bom é que em Varginha eu tenho bastante meninas para treinar, algo que eu também tenho na American Top Team, mas isso foi muito bom. Eu fico muito feliz de estar em casa, tranquila, com a comidinha da mamãe, fazendo a dieta com ela. E eu acho que dessa vez realmente eu vou poder mostrar que dá para sair de Varginha, uma cidade pequena, e fazer um ótimo trabalho no UFC”, destacou a peso-palha (52 kg), que fará sua estreia no peso-mosca (57 kg) diante de Paige VanZant.

Invicta desde que estreou no Ultimate, em junho de 2019, Amanda Ribas busca sua quarta vitória consecutiva na entidade. O duelo contra Paige VanZant faz parte do aguardado card principal do UFC 251, que será realizado no próximo sábado, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), e que conta com três disputas de título nas lutas principais do evento.