<
>

Maior pena e 3º melhor lutador da história: Aldo deixa modéstia de lado e ainda quer deixar St-Pierre, Anderson e Jones para trás

play
Jessica Bate-Estaca prevê luta de Aldo: 'Precisa voltar a ser o Aldo campeão' (0:40)

Bate-Estaca e Aldo irão participar do UFC 251 no sábado (11) (0:40)

José Aldo deixou a modéstia de lado, se colocou como o maior peso pena da história e o terceiro melhor lutador de todos os tempos nesta quarta-feira.

O brasileiro disse, ainda, que seu grande objetivo ao final da carreira é ultrapassar todos os lutadores e se aposentar como o melhor de todos os tempos.

"Eu acho que devo estar entre os três melhores de todos os tempos", disse o brasileiro durante a coletiva no media day do UFC 251.

"O primeiro eu coloco o George St-Pierre por como ele dominou a categoria. Depois ou o Anderson Silva ou o Jon Jones. Depois vem eu e depois o que sobrou de Anderson ou Jones."

O brasileiro também se colocou como o maior pena de todos os tempos.

"Se for colocar mesmo, não tem até hoje quem possa ser melhor que eu no peso pena. Hoje as pessoas podem até falar que o Holloway foi melhor que eu por ter me vencido, mas tenho certeza que amanhã todos vão falar que eu fui o maior peso pena", comentou.

Ao ser perguntado se uma vitória no sábado, que o deixaria como campeão de duas categorias diferentes, o colocaria como o maior de todos, Aldo discordou, mas disse que esse é o objetivo final de sua carreira.

play
0:12

Isolado em apartamento, Max Holloway brinca e até canta: 'Olá, escuridão, minha velha amiga...'

Estrela do UFC compartilhou vídeo curioso em suas redes sociais

"Acho que não, acho que tenho que fazer um pouco mais ainda. Isso que me motiva a estar lutando. Ainda vou ver o George na minha frente."

Por fim, Aldo também disse que continuar lutando e tentar virar o melhor de todos os tempos é um "compromisso" com o povo brasileiro.

"Claro, vou continuar lutando. Vencendo no sábado, quero defender meu título em outubro ou novembro", disse.

"Hoje estou pensando no peso galo, quero ser campeão, defender o título. Não penso em voltar aos penas", finalizou.