<
>

Empresário revela que Tyson Fury recebeu oferta para lutar com Mike Tyson, mas recusa: 'Está velho'

O sempre polêmico Frank Warren, empresário do boxeador britânico Tyson Fury ao lado de Bob Arum, revelou nesta quinta-feira que seu agenciado recebeu uma oferta para lutar contra Mike Tyson, justamente no que seria o regresso do norte-americano aos ringues, mesmo em idade avançada (53 anos).

Warren, porém, descartou a ideia de cara e ainda afirmou que "Iron Mike" está "velho" e que deveria apenas participar de eventos beneficentes, com lutas coreografadas.

"Houve conversas, mas não diretemente comigo. Para ser honesto, não é algo em que estou interessado", afirmou, ao jornal Metro.

"Mike está velho. Não está melhor do que quando perdeu para Danny Williams ou Kevin McBride. Sou totalmente contra isso [a volta de Mike Tyson aos ringues], para ser honesto. Só se os dois Tyson fizessem uma luta de exibição para arrecadar dinheiro para alguma causa nobre, aí tudo bem", explicou.

"Mas só se fosse coreaografado. Não teria sentido trocar golpes em uma luta de exibição", argumentou.

O empresário ainda pediu para que as pessoas parem de incentivar Mike Tyson a voltar ao boxe profissional, apesar de reconhecer que "alguns idiotas" pagariam pay per view para ver o retorno do veterano aos ringues.

"Uma luta de Mike Tyson contra Evander Holyfield, Roy Jones ou Tyson Fury seria errada. Não deveriam fazer isso, e as pessoas não deveriam incentivá-lo. Se algo der errado, é o boxe como modalidade que pagará as consequências. Apesar de que certamente alguns idiotas pagariam para ver isso", finalizou.