<
>

Anthony Joshua, campeão mundial de boxe, participa de protesto na Inglaterra: 'Racismo é o vírus, nós somos a cura'

play
Luta contra De La Hoya, drogas e pressão externa: o que esperar da próxima semana de El César (2:32)

O fã do esporte pode acompanhar a saga de 18 de maio a 19 de junho, sempre às 22h30 (de Brasília), na faixa ESPN Cine & Séries, na ESPN e no WatchESPN. Aos sábados, uma maratona com os cinco episódios da semana. Imperdível! (2:32)

Neste sábado, o britânico Anthony Joshua, campeão mundial de boxe no peso pesado e medalhistra de ouro na Olimpíada de 2012, em Londres, participou de um protesto contra o racismo em seu país natal.

Mesmo com uma perna imobilizada por conta de uma lesão, o pugilista se fez presente no ato contra a morte de George Floyd, realizado em Watford, na Inglaterra, cidade aonde Joshua nasceu, e aproveitou para fazer um discurso de muita reflexão sobre o racismo.

"Hoje, juntamos milhares de pessoas no Reino Unido, milhares de centenas de milhares em todo o mundo. Estamos unidos contra o vírus que tem sido fundamental em tirar vidas, vidas de jovens, idosos, ricos e até pobres. Um vírus que não se desculpa. Um vírus que se espalha por todos os setores de nossas comunidades, esportes, educação, igrejas, entretenimento, mídia e até o governo. Não apenas no Reino Unido, mas em todo o mundo. O vírus foi declarado uma pandemia. Está fora de controle e eu não estou falando da COVID-19, o vírus no qual estou me referindo é o racismo", disse.

O campeão mundial, que vestia uma camisa do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), continuou seu discurso e citou até a vacina para o vírus do racismo: os seres humanos.

"Você já tem em sua posse. Eu e você. Você é a vacina, eu sou a vacina. Matar uma pessoa de forma explícita, sem qualquer receio, é imperdoável pois você está despindo os direitos humanos ao oprimir, zombar, insultar, e apenas por causa de quê? A cor da pele? É apenas o caminho lento de matá-los e tirar a vida de suas almas. Devemos nos unir como raça humana. E é isso que estamos fazendo aqui hoje", finalizou.