<
>

Woodley prega respeito por Durinho antes do UFC Las Vegas: 'É perigoso de sua própria forma'

Ex-campeão peso-meio-médio (77 kg) do UFC, Tyron Woodley se acostumou a encarar grandes nomes da categoria nos últimos anos. Agora, na primeira peleja após perder o título, o norte-americano encara o brasileiro Gilbert Durinho na luta principal do evento deste sábado (30), que será realizado no UFC Apex, em Las Vegas (EUA). E, apesar do oponente não figurar ainda no top 5 da divisão, ‘The Chosen One’, como é conhecido, prega respeito ao faixa-preta.

Vindo de longa trajetória no peso-leve (70 kg), Durinho engatou três vitórias consecutivas em apenas oito meses nos meio-médios, a última sobre Demian Maia no UFC Brasília, em março deste ano. Em franca ascensão na categoria, o brasileiro alcançou a sexta posição no ranking da divisão até 77 kg e recebeu a chance de encarar o ex-campeão, na maior luta de sua carreira até o momento.

Ainda que o niteroiense não esteja consolidado no topo da categoria, Woodley destacou o perigo apresentado pelas habilidades do rival. Em conversa com a imprensa durante o media day virtual, o norte-americano afirmou que sua motivação não depende do nome do oponente, mas de sua vontade de apresentar no octógono sua melhor versão.

“Minha motivação é a minha performance. Ir lá e fazer o que eu posso, não lutar no nível do adversário, ou pelo seu cartel, ou seu nome. Eu luto pelas minhas expectativas. Então, não importa se eu estou lutando com alguém com um grande nome, ou alguém com menos nome. Todo mundo no UFC, especialmente no top 5, é perigoso, e todo mundo é perigoso da sua própria forma”, declarou Tyron Woodley, antes de completar.

“Gilbert é perigoso de sua própria forma. Ele tem mãos pesadas, ele tem um tamanho compacto, ele parece ser muito agressivo, especialmente quando ele está no ritmo. E também você tem que ficar de olho nas ameaças de finalização dele. Então, não importa se ele tem um (grande) nome. Ele impõe perigo e eu tenho que ter cuidado com isso”, disse o ex-campeão dos meio-médios.

Campeão dos meio-médios entre junho de 2016 e março de 2019, Tyron Woodley fez quatro defesas bem sucedidas do título até perdê-lo para Kamaru Usman no UFC 235. Por sua vez, Gilbert Durinho vem de seis triunfos consecutivos, sendo três pela divisão até 77 kg. O faixa-preta é o atual número seis no ranking da categoria, enquanto o americano está na primeira posição da lista.