<
>

Após mudanças provocadas pela pandemia, Jennifer Maia e Vivi Araújo duelam no dia 27 de junho

play
UFC: Thiago Marreta quase quebra lâmpada tentando fazer embaixadinhas, mas depois se redime com lance de 'freestyle' (0:39)

Lutador de MMA mostrou que também tem habilidade com a bola nos pés (0:39)

Escaladas para se enfrentarem no próximo dia 27 de junho, em edição do UFC marcada para a cidade de Austin, no Texas (EUA), Jennifer Maia e Vivi Araújo viram o card ser descartado e o evento cancelado em razão da pandemia do novo coronavírus.

Apesar disso, de acordo com informações obtidas pelo site ‘MMA Fighting’ e confirmadas pela reportagem da Ag. Fight com fontes próximas à negociação, o duelo entre as brasileiras deve acontecer na mesma data, ainda sem local divulgado.

Já existe um acordo verbal entre as lutadoras, restando apenas a assinatura do contrato para que o combate aconteça no evento do dia 27 de junho. Com ambas vindo de derrota, o duelo servirá de recuperação para uma delas.

Atual quarta colocada no ranking peso mosca (57 kg) do UFC, Jennifer esteve perto de garantir uma disputa pelo cinturão da categoria diante da campeã Valentina Shevchenko, mas acabou derrota por Katlyn Chookagian em sua última luta, em novembro do ano passado, e viu sua algoz ficar com o ‘title shot’. Ex-campeã da divisão no Invicta FC, a paranaense soma duas vitórias e dois reveses no octógono mais famoso do planeta.

Assim como sua compatriota, Vivi Araújo foi superada em sua última apresentação, diante de Jéssica Eye, no UFC 245, em dezembro de 2019. A derrota foi a primeira da lutadora no Ultimate, já que havia vencido seus dois primeiros combates na principal organização de MMA do mundo.