<
>

UFC: De forma amistosa, Durinho e Chiesa sugerem duelo em main event

Depois de citar o nome de Michael Chiesa entre as opções de adversários para sua próxima luta, Gilbert ‘Durinho’ Burns parece ter deixado o acerto pelo confronto encaminhado em uma amistosa troca de mensagens com o provável rival no Twitter.

Dois dos meio-médios (77 kg) que mais cresceram ultimamente dentro do UFC, o brasileiro e o americano – atuais número seis e oito no ranking da categoria, respectivamente – concordaram em se enfrentar e sugeriram que o duelo aconteça em um main event de alguma edição assim que a pandemia do novo coronavírus for controlada e o Ultimate retorne com suas atividades.

Vindo de cinco vitórias consecutivas, sendo três delas desde que subiu para a categoria até 77 kg, ‘Durinho’ havia se oferecido para substituir Leon Edwards e encarar Tyron Woodley no evento do Ultimate marcado para o último sábado (21), exatamente uma semana depois de ter nocauteado Demian Maia no UFC Brasília. No entanto, a recusa do ex-campeão e o adiamento do show em razão do coronavírus atrapalharam seus planos de medir forças contra um lutador top 5 da divisão. Sem muitas opções disponíveis, o faixa-preta viu em Chiesa – que também possui três triunfos desde que migrou para os meio-médios – o oponente ideal para seguir crescendo na organização.

“Meu amigo, Michael Chiesa, se mantenha seguro! Todos esses números cinco e acima não querem nada comigo e com você. Eu concordo que isso (disputa entre eles) é o próximo para nós! Estou dentro para uma luta principal após toda essa loucura. Vamos fazer isso. Burns vs Chiesa”, escreveu o brasileiro, que obteve o sinal verde de Chiesa.

“Você também se mantenha seguro, irmão. Burns vs Chiesa é uma luta principal que as pessoas precisam quando esse coronavírus acabar. Isso seria uma honra. Depois nós finalmente poderemos treinar juntos! Ossss”, respondeu o americano.

Com o adiamento de três eventos por conta da pandemia do novo coronavírus, o UFC se encontra com suas atividades suspensas e diversos lutadores à espera de uma definição sobre remarcações de lutas. Portanto, um acordo para o duelo entre ‘Durinho’ e Chiesa ainda pode demorar a acontecer. Com números bastante similares em suas carreiras – o brasileiro com 18 vitórias e três derrotas e o americano com 17 triunfos e quatro reveses -, os dois meio-médios se assemelham também em estilo de jogo, com ambos sendo especialistas no grappling.