<
>

UFC: Cormier admite expectativa por cards históricos após pandemia do coronavírus

play
Cormier fala sobre possível nova luta contra Miocic no UFC: 'Por que não tentar vencer a trilogia?' (0:47)

Lutadores já enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada um (0:47)

Assim como todas as grandes ligas esportivas pelo mundo, o UFC foi obrigado a cancelar eventos por conta da pandemia do coronavírus. Já foram três eventos adiados e sem detalhes de como a agenda dos próximos confrontos será realizada. Mesmo com esse cenário, o ex-campeão da franquia, Daniel Cormier, revelou sua confiança de que a organização vai compensar esse tempo perdido em grande estilo.

Em entrevista ao podcast Belive You Me, de Michael Bisping, Cormier destacou que o Ultimate será obrigado a montar eventos galáticos. Isto se daria com lutas entre suas principais estrelas, visando se recuperar do prejuízo financeiro desde o início da pandemia. O ex-campeão dos pesados e dos meio-pesados (93 kg) ainda garantiu estar ansioso para integrar alguns desses cards caso ocorram.

“Quando o UFC voltar, você sabe que fará parte de alguns grandes eventos. Porque todas essas lutas precisam acontecer, e enquanto o UFC estiver parado, ele não estará ganhando dinheiro. Então, quando o UFC voltar, eles terão que ganhar todo o dinheiro que devia ser ganho ao longo do ano. Mal posso esperar fazer parte disso”, disse, emendando.

“Superluta após superluta, um card de superlutas atrás do outro. Será como o UFC no passado, quando havia um a cada dois meses e você recebia cards enormes todas as vezes”, completou o atleta.

Aos 41 anos, Cormier não luta desde agosto de 2019, quando foi derrotado por Stipe Miocic. Ele reafirmou sua intenção de pendurar as luvas após o terceiro combate diante do adversário, contra o qual tem histórico de uma vitória e uma derrota, perdendo o cinturão peso-pesado no último confronto.