<
>

UFC: Colby revela que sofreu intoxicação alimentar dias antes de luta contra Usman

O confronto entre Kamaru Usman e Colby Covington foi um dos duelos mais aguardados do Ultimate durante a temporada de 2019. No entanto, apesar da expectativa gerada para o combate, a disputa de título dos meio-médios (77 kg) quase foi por água abaixo às vésperas do evento. Então desafiante, ‘Chaos’ revelou que sofreu de intoxicação alimentar dias antes do UFC 245, com sede em Las Vegas (EUA). De acordo com o falastrão americano, seu estado afetou diretamente o seu desempenho diante do campeão nigeriano.

Em participação no podcast ‘It’s All About Who You Know’, Colby relembrou que passou mal após uma refeição durante a semana da luta e chegou a vomitar inúmeras vezes. De acordo com o falastrão americano, seu estado físico debilitado fez com que ele adotasse outra estratégia durante a luta com Usman e evitasse o jogo da luta agarrada – sua especialidade.

“Não estou dando desculpas. Não disse isso a ninguém, mas o UFC estava preparando as refeições para mim durante toda a semana da luta. E eu acabei ficando doente após uma dessas refeições. Acho que eles não cozinharam o frango muito bem, e fiquei com intoxicação alimentar duas noites antes da luta. Vomitei umas 30 vezes, literalmente 30 vezes”, relembrou Covington, antes de revelar que quase não competiu naquela noite.

“Disse ao meu empresário Dan Lambert: ‘Vou ter que abandonar a luta, cara’. E ele respondeu: ‘Não, você não pode sair da luta, você é a atração principal. Não pode fazer isso com o UFC, tem que superar isso’. No fim das contas eu lutei assim mesmo, mas não me senti 100%. Isso foi crucial na decisão de não usar o wrestling (na luta), porque não me sentia forte o suficiente. Me segurei um pouco porque sabia que estava vomitando, meu fígado e intestino estavam ferrados. No meu pior dia e no melhor dia do ‘Marty Fake Newsman’ eu ainda venci. Imagine o que vai acontecer na revanche quando estiver na minha melhor forma. O resultado será completamente diferente”, completou o wrestler americano.

Na ocasião, Usman derrotou Colby com um nocaute no quinto e último assalto e manteve seu cinturão. Com a mandíbula quebrada, Chaos ainda se recupera das feridas da batalha e se encontra atualmente inapto para voltar aos octógonos. Já o campeão nigeriano flerta com a possibilidade de fazer nova defesa de título, desta vez contra Jorge Masvidal – sensação da categoria até 77 kg em 2019.