<
>

'Showman', Michel Pereira mistura MMA com dança e revela ajuda de ex-BBB Kleber Bambam antes de luta no UFC

Não espere ver uma lutar comum quando Michel Pereira subir ao octógono neste sábado (15). O brasileiro enfrenta o americano Diego Sanchez no co-evento do UFC Night Fight 167 em Rio Rancho, no Novo México (EUA), e garante: está pronto para dar mais um show. O duelo será válido pelo peso-meio-médio.

E "show" é justamente a sua marca. Conhecido pelos malabarismos, saltos na grade e golpes plásticos, o lutador de 26 anos ganhou o apelido de "Paraense Voador". Agora, ele quer mostrar ainda mais em sua terceira aparição no Ultimate.

"O UFC, de uns tempos para cá, estava muito chato. Os caras lutam muito igual e não se esforçam para trazer um novo estilo ou coisas novas. Então eu sou essa pessoa que veio para dar show", disse o brasileiro em entrevista ao ESPN.com.br. "Sempre trago coisas novas e tenho muito o que mostrar ainda."

Essa inovação não é por acaso. Michel Pereira aposta em uma mistura artes marciais mistas com... dança. Ele foi professor de zumba antes de despontar como uma das novas sensações no evento e leva todo os seus "gingados" para as lutas.

"Sempre gostei muito de dançar. Faz parte também do meu estilo na luta. Coloco um pouco de cada coisa. Dança, caratê, muay-thai... eu tenho um pouco de cada estilo na minha luta e é isso que me faz diferente dos outros lutadores", acrescentou.

Em sua estreia no UFC, em maio de 2019, Michel Pereira venceu Danny Roberts em menos de dois minutos após uma joelhada impressionante, seguida de um direto. O nocaute rendeu o bônus de perfomance da noite.

Já na luta seguinte, o brasileiro repetiu o espetáculo com acrobacias em cima do octógono, mas acabou derrotado por Tristan Connelly em decisão unânime. O revés, porém, não abala o lutador.

"Sempre lutei assim e vou continuar. É o jeito que eu sei lutar e não vou mudar por causa de ninguém", declarou.

"A vitória e a derrota são consequências do trabalho. Eu quero dar show e cumpri com a minha palavra (na luta contra Connelly). Para mim não importa vitória ou derrota, o que eu quero é agradar o público e lutar bem", acrescentou.

Michel Pereira, que também é chamado de "Demolidor", ainda contou com a presença de uma personalidade inusitada nos últimos dias da preparação: Kléber Bambam. O ex-participante do reality show Big Brother Brasil é amigo pessoal do lutador e se juntou à equipe que viajou aos Estados Unidos.

Nos últimos dias, inclusive, Bambam compartilhou nas redes sociais fotos e vídeos de Michel e sua equipe. O próprio ex-BBB se arriscou em alguns golpes.

"(O Bambam) é meu amigo pessoal. Está aqui me ajudando a tirar peso, na minha preparação", explicou Michel.

"É um cara legal, bateu a amizade. A gente gosta de andar junto. É o tempo todo brincando, rindo... e isso é legal. Ele é sempre alegre, sempre feliz. Isso ajuda muito nos meus treinos, na tirada de peso. É um cara que anda sempre animado. Eu gosto de ter pessoas boas ao meu lado e ele é um desses caras."

Sobre as expectativas para a luta contra Sanchez, Michel Pereira está confiante não só na vitória, mas também em mais um espetáculo.

"Tenho certeza que vai ser uma grande batalha. Vai ser a melhor luta da noite, tenho certeza disso. Vamos dar um grande show para o público de UFC", finalizou.