<
>

Tyson Fury responde desafio de Miocic e não descarta um duelo de boxe entre eles

play
No UFC, Blachowicz pedirá luta com Jon Jones se vencer Jacaré: 'Não vejo outra opção' (2:37)

Polonês luta no UFC São Paulo neste sábado (2:37)

A declaração de que Tyson Fury deseja migrar para o MMA mexeu com lutadores do peso-pesado do Ultimate. O último a fazer um desafio ao pugilista foi o campeão da divisão, Stipe Miocic. O americano demonstrou interesse em enfrentar o britânico numa luta de MMA e boxe. Ciente deste desafio, o astro da nobre arte não demorou a responder e aumentou ainda mais a expectativa de quem sonha com este duelo.

De acordo com um comunicado da agência que gerencia sua carreira, a ‘MTK Global’, e divulgado pelo site ‘MMA Fighting’, Fury deixou as portas abertas para um confronto diante de Miocic no boxe após resolver suas ‘pendências contra Deontay Wilder. O britânico mira um confronto diante do campeão peso-pesado do Conselho Mundial de Boxe (WBC) para o início de 2020. Ambos os lutadores se enfrentaram em 2018 e o duelo acabou empatado.

“Stipe quer me enfrentar e isso seria uma boa luta, com certeza. Depois de tirar (Deontay) Wilder do caminho, enfrentarei Stipe em uma luta de boxe, se ele quiser. Seria uma grande luta de duelo de modalidades como (Floyd) Mayweather e (Conor) McGregor”, disse o pugilista.

Nos últimos dias foi divulgado uma série de fotos e um vídeo de Tyson Fury treinando com o lutador do UFC e compatriota Darren Till. Este fato gerou uma repercussão sobre a ida do pugilista para o MMA. Segundo o astro do boxe, esta atividade o deixou empolgado com a possível ida para a outra modalidade.

“Foi um treinamento emocionante com Darren Till e seguimos em frente. Ele (Darre Till) me colocou em uma sessão de treinamento difícil e foi muito bom”, completou o lutador.

Multicampeão na nobre arte, Tyson Fury fez sua última apresentação na modalidade em setembro deste ano, quando derrotou Otto Wallin por decisão unânime dos juízes após 12 rounds. Além de pensar no MMA e ainda lutar boxe, o britânico fez sua estreia na WWE (liga de pro wrestling americana).