<
>

UFC: Após cinco anos afastado, Nick Diaz projeta volta em 2020 e contra rival que nocauteou seu irmão

play
Khabib provoca McGregor: 'Não estupro mulheres, não bato em idosos e não falo para as pessoas beberem' (0:19)

Campeão do UFC cutucou rival e seu histórico de polêmicas (0:19)

O tão esperado retorno de Nick Diaz ao octógono pode ocorrer no início de 2020.

Diaz e seu empresário disseram à ESPN que ele está finalmente aberto a retornar ao UFC. E ele está de olho em Jorge Masvidal, o homem que acabou de derrotar o seu irmão mais novo.

Jorge Masvidal derrotou Nate Diaz com um nocaute técnico no terceiro round, quando o médico não deixou Diaz continuar por conta de um corte profundo no supercílio, em 2 de novembro, no Madison Square Garden.

"Vou lutar com qualquer um", disse Nick Diaz durante uma entrevista, que foi ao ar nesta segunda-feira no Ariel Helwani's MMA Show. "Esse cara [Masvidal] pode fazer o que ele quiser agora para ganhar o máximo de dinheiro possível.

"E eu estou tipo, vai logo. Eu estou fazendo a minha parte, faça a sua. Se eles fizerem a parte deles, o show continua".

De acordo com o empresário de Diaz, Kevin Mubenga, eles querem retornar ao octógono na primavera dos EUA. Mubenga disse que uma luta contra Masvidal no AT&T Stadium, no Texas, é a principal escolha.

"Agora é com o Dana. Cowboy Stadium. Agora é com eles".

Nick Diaz não luta desde 31 de janeiro de 2015, quando perdeu uma decisão para Anderson Silva. A luta foi alterada para "sem resultado" depois que o brasileiro falhou em exames antidoping. Nick Diaz também falhou em um teste que envolvia maconha. Foi a terceira vez que ele falhou em um teste de drogas. Ele foi inicialmente suspenso por cinco anos, mas depois teve a pena reduzida por 18 meses.

Nick manteve um perfil relativamente baixo na comunidade de MMA desde sua suspensão, mas estava presente na luta de Nate contra Masvidal no começo do mês.

Masvidal e Nate Diaz falaram que queriam uma revanche ainda no octógono. Mas White disse que não estava interessado nisso e que Masvidal teria miutas opções após um ano como esse. Uma opção para Masvidal parece ser uma disputa de título contra o vencedor da luta de 14 de dezembro entre Kamaru Usman e Colby Covington. Conor McGregor também parece ser um possível oponente para Masvidal, que finalmente alcançou o estrelato após 16 anos de MMA.

Além de Nick Diaz não ter gostado de como a luta terminou no dia 2 de novembro, ele também desprezou o uso da palavra "batizar", que é como Masvidal se refere aos seus oponentes quando diz que vai nocauteá-los.

"Você quer batizar meu irmão mais novo?" Nick disse. "Se você fala algo desse tipo, você já está arrumando briga comigo. Você não fala sobre batizar o irmão mais novo de alguém."

Nate Diaz e Masvidal compartilharam respeito mútuo durante toda a promoção da luta e mesmo depois no octógono, apesar de Nate começar a sentir que seu pedido de revanche não seria atendido, pelo menos não imediatamente.

Nick Diaz disse que não teria feito essa entrevista sem antes falar com seu irmão Nate.

"Eu não estaria aqui se ele não me pedisse para estar aqui", disse Nick.