<
>

Sean O'Malley contesta pontuação dos juízes e questiona ética de Pedro Munhoz

Luta do americano contra Pedro Munhoz segue rendendo discussão na comunidade do MMA


A polêmica luta entre Pedro Munhoz e Sean O’Malley segue rendendo discussão na comunidade do MMA. Os atletas se enfrentaram no último sábado (2), em Las Vegas (EUA), e o duelo terminou em ‘no contest’ (sem resultado) por conta de uma dedada não intencional aplicada pelo americano no olho direito do adversário. Contudo, não foi apenas o desfecho do confronto que deixou ‘Sugar’ irritado.

Após o duelo, o UFC divulgou a pontuação dos juízes laterais (veja abaixo ou clique aqui) até o momento da interrupção no segundo round e dois dos três profissionais classificaram Pedro como vencedor da primeira parcial. Ao descobrir tal julgamento na coletiva de imprensa pós-show, O’Malley discordou de forma veemente. Os cinco minutos iniciais foram equilibrados e, em boa parte, o brasileiro atacou o oponente com inúmeros chutes baixos, tanto que ‘Sugar’ adotou uma postura mais cautelosa e séria no octógono. Porém, o americano afirmou que era dominante e que tinha o combate na mão.

“Façam aqueles juízes me chutarem, que vou defender os chutes e eles ficarão, ‘Oh, tudo bem. Isso doeu’. Isso machucava Pedro. Toda vez que ele me chutava e eu defendia, machucava ele. Para quem julga dizer que pontuou para ele? Eles são literalmente estúpidos. Apenas estupidez. É uma sensação estranha, porque sinto que ganhei a luta. Eu estava ganhando a luta. Não posso acreditar nos juízes. Eles estavam assistindo? Não fui atingido. Como você pode marcar isso? Isso faz zero sentido”, reclamou a promessa do MMA.

E a insatisfação de O’Malley não parou por aí. Ao participar do podcast ‘The Pivot’, ‘Sugar’ questionou a ética profissional de Pedro, já que o acusou de sair da luta para evitar uma nova derrota no octógono, que poderia colocar um ponto final em sua trajetória no UFC. A promessa do MMA garantiu que não deu uma dedada no rival, sendo assim, apontou que o mesmo inventou o ato como uma espécie de artimanha e ainda valorizou tal golpe ilegal. Vale pontuar que o brasileiro foi para o hospital e postou o resultado do exame que comprovou a lesão no olho direito.

“O que eu posso tirar dessa luta é que ele era um top-10, mas quebrei ele mentalmente. Ele estava procurando uma saída. O golpe baixo não foi golpe baixo, foi na linha do cinturão. Foi um belo golpe na linha de cintura. Se você for atingido com um bom golpe no corpo, você pode fingir que é um golpe baixo para se recuperar. A dedada no olho, eu realmente não sinto que acertei o olho dele. Fui paciente, estava acertando bons golpes, estava encontrando meu alcance. Eu estava prestes a assumir aquela luta e ele acabou encontrando a saída perfeita”, concluiu.

Sean O’Malley, de 27 anos, é uma das principais promessas do UFC. O americano foi revelado no programa ‘Contender Series’, em 2017, e já disputou nove lutas pela maior organização de MMA do mundo. Nela, ‘Sugar’ possui sete vitórias, sendo cinco por nocaute, seis bônus, uma derrota e um ‘no contest’ (luta sem resultado). Atualmente, o atleta é o 13º colocado no ranking do peso-galo (61 kg) da companhia.