<
>

Vettori critica performance de Adesanya e afirma: "Categoria precisa de um novo campeão"

"A categoria precisa de um novo campeão e isso acontecerá muito em breve", diz Vettori


Um dos grandes nomes do peso-médio (84 kg) do UFC, Marvin Vettori possui importante desafio pela frente. No mês de setembro, em Paris (FRA), o italiano vai encarar Robert Whittaker em duelo de extrema importância para a categoria e está ainda mais motivado após assistir a luta do campeão Israel Adesanya contra Jared Cannonier, no último sábado (2). Assim com parte dos fãs de MMA, o atleta criticou o rival por protagonizar, mais uma vez, um combate nada empolgante e sem brilho.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Vettori classificou a luta entre Adesanya e Cannonier como ‘decepcionante’ e muito por conta da postura do campeão do peso-médio do UFC. De acordo com o italiano, ‘The Last Stylebender’ esfriou o combate sempre que pôde e fez apenas o básico para levar a melhor.

Irritado com a performance cautelosa do nigeriano, o atleta afirmou que passou da hora da categoria ter um novo rei, cravou ser o profissional mais qualificado para alcançar tal posto e, consequentemente, desbancar o atual dono do cinturão. Vale lembrar que o europeu foi derrotado pelo africano duas vezes, por decisão dividida e unânime.

“A realidade é que essa m*** foi tão chata que as pessoas saíram da arena depois de três rounds. A categoria precisa de um novo campeão e isso acontecerá muito em breve. Nove semanas a partir de hoje, estou fazendo uma declaração. A Itália terá seu primeiro campeão do UFC em breve. #OSonhoItaliano”, escreveu o ex-desafiante ao título do UFC em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Apesar da juventude, Marvin Vettori, de 28 anos, já se transformou em um dos melhores lutadores do peso-médio do UFC e disputou o título da categoria. Atualmente, ‘The Italian Dream’ está na teceira posição no ranking da divisão. Em sua carreira, iniciada em 2012, o integrante da ‘Kings MMA’ e pupilo de Rafael Cordeiro venceu 18 lutas, perdeu cinco e empatou uma vez. Seus principais triunfos foram sobre Cezar ‘Mutante’, Jack Hermansson, Kevin Holland e Paulo ‘Borrachinha’.