<
>

UFC: Cormier faz grande revelação e admite ter trapaceado em pesagem oficial

play
UFC: Deiveson diz que racismo 'ficou constante' em suas redes sociais após episódio com treinador de Moreno (0:35)

Lutador brasileiro falou com exclusividade à ESPN (0:35)

"Acho que eu posso ter segurado a toalha em Buffalo. Tentei desistir, pessoal. Confiem em mim, eu tentei desistir", revela Cormier


Na última quinta-feira (2), Daniel Cormier aproveitou a festa com a sua introdução ao Hall da Fama do UFC para fazer uma revelação que muitos já desconfiavam. O ex-campeão da organização admitiu ter trapaceado durante uma pesagem do Ultimate, que aconteceu em 2017.

A situação ocorreu na pesagem do UFC 210, evento em que Cormier defenderia seu cinturão dos meio-pesados (93 kg) contra Anthony Johnson. No entanto, o campeão teve problemas no corte de peso e utilizou de uma artimanha para ‘enganar’ a balança, ao segurar na toalha que tampava seu corpo para ficar mais leve e, assim, ficar dentro do limite de peso da categoria. Após mais de cinco anos, ‘DC’ confessou que sua ação foi premeditada.

“Pessoal, quero lhes dizer uma coisa porque sinto que agora é a hora de ser completamente transparente. Acho que eu posso ter segurado a toalha em Buffalo. (…) Tentei desistir, pessoal. Confiem em mim, eu tentei desistir. Ainda tinha 500g a perder. Eles até ligaram para minha esposa para tentar me colocar de volta na banheira. Eu disse que de jeito nenhum, essa m***a acabou”, revelou.

Mas ao cogitar desistir de tentar baixar sua medida e perder o cinturão por não conseguir chegar no peso correto, Daniel Cormier recebeu um alerta de um dos seus treinadores ao recordar de uma tática que faziam nos tempos de wrestling para também ‘perderem’ peso.

“Eu retorno (para o processo de corte de peso) e (meu treinador) diz: “DC, você se lembra do velho truque do wrestling? Eu disse: “Você pode ficar atrás de mim? Você pode colocar as mãos para trás e uma pessoa levantar. Ele disse: “Não, é a toalha”, contou.

Ao conseguir bater o peso com essa trapaça e confirmar a disputa de cinturão, Cormier, no dia seguinte, manteve seu título ao finalizar Anthony Johnson no segundo round. Por isso, o atual comentarista da organização fez questão de pedir desculpas para o rival.

“‘Rumble’, me desculpe, cara”, completou.

Com um cartel de 22 vitórias e três derrotas, Daniel Cormier se aposentou do MMA em agosto de 2020, após perder o terceiro capítulo da trilogia contra Stipe Miocic, em disputa válida pelo cinturão dos pesos-pesados. O americano fez história ao se tornar o segundo lutador na história do UFC a ter a posse de títulos de duas divisões (meio-pesados e pesados) diferentes simultaneamente, e foi o primeiro a defender cinturões em duas categorias.