<
>

UFC 276: Strickland diz que Alex Poatan não é bom na trocação e dispara: 'Seu estilo é uma m***'

play
UFC: Deiveson diz que racismo 'ficou constante' em suas redes sociais após episódio com treinador de Moreno (0:35)

Lutador brasileiro falou com exclusividade à ESPN (0:35)

Sean Strickland questionou as qualidades de Alex Pereira e citou o passado do brasileiro no Glory Kickboxing


Vindo de cinco vitórias seguidas desde que retornou ao peso-médio (84 kg), Sean Strickland ganhou um ‘presente de grego’, ao ser escalado para enfrentar o ex-bicampeão do Glory Kickboxing Alex Poatan Pereira, no card do UFC 276, neste sábado (2), em Las Vegas (EUA). Mas, apesar das credenciais de seu adversário na luta em pé, o americano descarta se sentir intimidado pelas suas habilidades.

Em conversa com a imprensa, no media day do UFC 276, realizado na quarta-feira (29), Strickland questionou a qualidade de Poatan na trocação e se disse capaz de ter uma boa atuação contra o brasileiro mesmo caso o combate permaneça em pé. O americano ainda criticou os gestos técnicos do ex-kickboxer – chegando a se levantar para exemplificar sua declaração aos jornalistas presentes – e afirmou que o sucesso do paulista na luta em pé se deve ao seu físico privilegiado.

“Não tem nenhum kickboxer do Glory, em qualquer classe de peso, com o qual eu não poderia lutar em pé e trocar. Não me diga isso, só porque ele é uma p*** de um brasileiro que nocauteou Izzy 20 anos atrás, que eu não posso lutar em pé com você. Fala sério, filho da p***, sai daqui. Ele nem é um bom striker. Tipo, a única razão pela qual ele consegue fazer isso é porque ele é alto, e geneticamente abençoado. Se você fosse um ser humano de tamanho normal, você nem estaria aqui, seu estilo é uma m***”, disparou Strickland.

Quarto colocado no ranking peso-médio, Sean Strickland vive sua melhor fase desde o início de sua trajetória no UFC, com seis vitórias consecutivas, cinco delas desde que voltou a atuar pela divisão até 84 kg. Um triunfo sobre Alex Poatan neste sábado deve render ao americano a chance de disputar o cinturão da categoria em seu próximo compromisso.