<
>

UFC: Alex Poatan analisa sua próxima luta e rechaça provocação de Adesanya

play
UFC: Deiveson diz que racismo 'ficou constante' em suas redes sociais após episódio com treinador de Moreno (0:35)

Lutador brasileiro falou com exclusividade à ESPN (0:35)

"Vimos do jeito que ele saiu (da luta em que foi nocauteado), com balão de oxigênio com uma luva de travesseiro, então como seria com uma luva de MMA?" diz Alex Poatan


Após duas vitórias seguidas no octógono do Ultimate, Alex ‘Poatan’ se encontra em posição de destaque e próximo de uma disputa de cinturão do peso-médio (84 kg). Mas, para isso, o brasileiro precisa superar Sean Strickland, atual número quatro do ranking da categoria, no UFC 276, que acontece neste sábado (2), em Las Vegas (EUA).

Em entrevista à reportagem da Ag. Fight, Alex Poatan destacou a experiência e as qualidades do seu adversário, que assim como ele também carregas suas maiores armas na luta em pé, e apostou que o confronto será uma verdadeira batalha no octógono mais famoso do mundo.

“É um grande desafio, um cara perigoso, que anda para frente, que boxeia bem e guerreiro. Temos que ficar esperto, em pé, no chão e vai ser uma guerra. (…) Ele tem 25 lutas, agora nessa nova categoria tem cinco vitórias seguidas, é um cara perigoso e completo. Temos que ficar esperto com tudo”, afirmou o lutador.

Caso passe por Strickland, ‘Poatan’, apesar de ter menos de um ano de UFC, já vai ter uma chance de disputar o cinturão da categoria. Questionado sobre essa situação, o brasileiro admitiu que seu histórico no kickboxing, principalmente suas vitórias sobre Israel Adesanya, atual campeão da divisão, lhe ajudaram a pegar um ‘atalho’.

“Não sabia quais seriam os passos, mas sabia que seria um pouco mais rápido. Tenho 34 anos e tenho um histórico, falam que venci o Israel Adesanya, mas fiz coisas muito maiores do que isso, campeão de duas categorias do maior evento de kickboxing. As duas lutas com o Adesanya entram no conjunto e por isso seria uma disputa de cinturão mais rápido. Acreditava já nisso”, disse o ex-campeão dos médios e meio-pesados do Glory.

Com um novo duelo com Adesanya próximo de acontecer, a rivalidade de ‘Poatan’ com o nigeriano também é algo que movimenta o UFC. O atual campeão dos médios, em recente entrevista, se disse ansioso por mais um encontro diante do seu algoz e minimizou o feito do paulista contra ele no kickboxing, principalmente a questão das luvas usadas na modalidade. Sendo assim, o brasileiro rebateu o rival e o ironizou.

“Não entendi o que ele quis dizer de uma luva que eu nocauteei ele e estamos falando de uma luva (de MMA) agora que é uma arma. Vimos do jeito que ele saiu (da luta em que foi nocauteado), com balão de oxigênio com uma luva de travesseiro, então como seria com uma luva de MMA? Queria entender, fiquei confuso”, completou.

Alex ‘Poatan’, de 34 anos, visa repetir no MMA o sucesso conquistado no kickboxing. No esporte que o consagrou, o brasileiro disputou 40 lutas, venceu 33, sendo 21 por nocaute, e perdeu sete vezes. Já nas artes marciais mistas, o paulista participou de seis combates, levou a melhor em cinco, sendo quatro por nocaute, e foi derrotado em um. No UFC, o atleta passou por Andreas Michailidis e Bruno ‘Blindado’.