<
>

UFC: empresário de Khabib Nurmagomedov revela 'grande problema' que Do Bronx terá no futuro; veja os detalhes

play
Rodolfo Vieira volta ao UFC após 1 ano, mas sofre derrota e fica com rosto desfigurado; VEJA (1:34)

UFC Vegas 57 acontece neste sábado (25) (1:34)

Agente de astros do UFC falou sobre o futuro do lutador brasileiro, que tem sido um dos grandes nomes do esporte


Não é segredo que o peso-leve (70 kg) é uma das divisões mais disputadas e variadas do MMA. Mas, mesmo com a concorrência de alto nível, Charles Oliveira consegue se destacar na categoria.

Sem o cinturão dela, retirado pelo UFC em maio, porque ‘Do Bronx’ apresentou problemas com a balança, o brasileiro permaneceu no topo do ranking, já que venceu grandes lutadores em sequência. Mas Ali Abdelaziz alerta o ex-campeão.

Em suas redes sociais, o empresário de Khabib Nurmagomedov, Islam Makhachev, Justin Gaethje, entre outros atletas informou que os problemas de Charles no peso-leve do UFC apenas começaram. Apesar de reconhecer a qualidade de ‘Do Bronx’, Abdelaziz sinaliza que não são poucos os profissionais que podem vencê-lo no octógono.

De acordo com o cartola, a tendência é que o brasileiro siga sofrendo na categoria não só contra lutadores renomados, como também diante de promessas do MMA, como Arman Tsarukyan, Damir Ismagulov, Guram Kutateladze e Mateusz Gamrot, que estão em constante ascensão.

“Eu gosto de Charles e amo o Brasil, mas ele vai ter um grande problema. Tantos wrestlers bons e grapplers de alto nível. O peso-leve é uma divisão que vai ficar muito selvagem depois da luta da semana passada. E esses cara nem estão no top-5”, escreveu o cartola em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Charles Oliveira, de 32 anos, vive sua melhor fase no MMA e possui uma sequência de 11 vitórias, sendo dez pela via rápida. Na série, ‘Do Bronx’ dominou Tony Ferguson, nocauteou Michael Chandler e finalizou Dustin Poirier e Justin Gaethje de forma consecutiva. Conhecido no esporte pelo jiu-jitsu de alto nível, o brasileiro mostrou que sua trocação também representa uma ameaça aos oponentes.

Atualmente, ‘Do Bronx’ é o líder do ranking do peso-leve do UFC, mas não possui o cinturão da categoria por conta de uma falha na balança. Seu cartel profissional é composto por 33 vitórias, sendo 30 pela via rápida, oito derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado).