<
>

UFC: Conor McGregor cai no ranking e deixa top 10 no peso-leve

play
UFC: Deiveson diz que racismo 'ficou constante' em suas redes sociais após episódio com treinador de Moreno (0:35)

Lutador brasileiro falou com exclusividade à ESPN (0:35)

Após atualização do ranking, McGregor está fora do top 10 de sua categoria


Após mais uma edição do UFC, realizada no último sábado (25), a organização do show promoveu a tradicional atualização em seus rankings oficiais. E o maior destaque ficou por conta da queda vertiginosa de Conor McGregor na lista do peso-leve (70 kg), além da ascensão de Mateusz Gamrot, grande vitorioso do último evento que aconteceu em Las Vegas (EUA).

O irlandês, que sempre integrou a parte de cima da classificação mesmo sem anotar uma vitória no peso-leve desde 2016, deixou o grupo do top 10. McGregor, que não atua desde julho de 2021 e ainda não tem previsão de retorno uma vez que se recupera de uma cirurgia no tornozelo, perdeu quatro posições e agora é o 12º. Já Gamrot, que venceu Arman Tsarukyan, pegou o elevador e agora é o oitavo colocado.

Além de Gamrot, outro destaque do UFC Vegas 57 também foi Shavkat Rakhmonov. O lutador, que alcançou sua quarta vitória e manteve sua invencibilidade na organização ao finalizar Neil Magny, subiu cinco postos e entrou pela primeira vez no top 10 dos meio-médios (77 kg).

Umar Nurmagomedov, primo de Khabib, parece querer seguir os passos do ex-campeão dos leves do Ultimate e também ganhou um destaque. O russo, que no último evento superou Nathan Maness, entrou pela primeira vez no ranking do peso-galo (61 kg) e agora é o 15º. Na mesma listagem, Pedro Munhoz, que neste sábado (2), encara Sean O’Malley, subiu um posto e é o nono.

A recente demissão de Rogério Bontorin também mexeu no peso-mosca (57 kg). Com a saída do brasileiro, que era o oitavo colocado, Jeffrey Molina apareceu pela primeira vez na classificação na 15ª colocação.