<
>

UFC: Rodolfo Vieira detalha drama após problema no cérebro que quase o fez se aposentar do MMA: 'Me assustou'

play
Brasileiro do UFC, Rodolfo Vieira revela susto após ter problema no cérebro detectado: 'Um dos momentos mais difíceis da minha vida' (1:47)

Lutador brasileiro falou com exclusividade à ESPN (1:47)

Rodolfo Vieira volta ao octógono neste sábado após 1 ano afastado por problema de saúde


Lenda do jiu-jitsu, Rodolfo Vieira volta ao octógono após 11 meses afastado no UFC deste sábado, em Las Vegas, contra o norte-americano Chris Curtis.

Vieira, que tem 3 vitórias e uma derrota em sua carreira no UFC, não sabia nem se poderia voltar a subir num octógono e as chances dele abandonar a carreira no MMA, iniciada em 2017 aos 28 anos de idade.

Em janeiro deste ano, ele teve uma luta cancelada no UFC 270 após fazer uma ressonância magnética que detectou uma anomalia em seu cérebro, uma má formação em uma veia perto do cerebelo.

play
1:15

Rodolfo Vieira, do UFC, detalha procedimento no cérebro que fez recentemente que quase o tirou do MMA

Lutador brasileiro falou com exclusividade à ESPN

"Me assustou porque os médicos viram aquilo e ficaram assustados. 'Qual era a gravidade?', ficou aquela tensão toda. Até eu fazer o angiograma e o médico ver que não era nada demais e me permitir lutar de novo. Foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Mas continuei treinando. Se é algo que eu ja nasci com isso...", disse Vieira, à ESPN.

O lutador disse que já estava até se programando para se aposentar do MMA após receber o diagnóstico.

play
1:20

Brasileiro do UFC diz que achava que teria que se aposentar após problema no cérebro: 'Ia montar uma academia'

Rodolfo Vieira falou com exclusividade à ESPN

"A gente já sabia do problema, mas não sabia que era uma coisa que ia me deixar fora da luta. Achei que não ia ser nada de mais, mas não foi. Minha esposa tava tentando me tranquilizar o tempo inteiro. Se o médico dissesse que não era pra lutar, eu ia aceitar, seria difícil, mas ia entender que era o que Deus queria pra mim. Eu já estava me preparando pro pior. Falei 'vai ser bom, vou voltar a competir jiu-jitsu, vou montar minha academia pra ganhar um dinheiro...', o mundo não ia estar perdido".