<
>

'Durinho' diz por que vê Charles 'Do Bronx' favorito em possível duelo contra Makhachev pelo UFC: 'Aposto meu dinheiro'

play
Brasileiro do UFC, Michel Pereira explica modo 'p*** e alterado, moleque doido, vazado, bruto e sistemático' no octógono (1:37)

Lutador falou com exclusividade ao ESPN.com.br (1:37)

Makhachev tem sido apontado como possível próximo adversário do brasileiro no peso-leve


Apesar de ainda não ter adversário confirmado para a luta que pode lhe dar o cinturão do peso-leve (70 kg) do UFC de volta, Charles ‘Do Bronx’ tem visto uma forte campanha para Islam Makhachev ser seu rival pela coroa da categoria. Uma das justificativas para parte da comunidade do MMA esperar esse duelo é pela curiosidade de como o brasileiro vai lidar com o forte jogo agarrado do russo.

Com um grande conhecimento nessa área de combate, Gilbert ‘Durinho’, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, primeiramente, fez questão de destacar as habilidades do seu compatriota no chão.

“Ele (Charles) é muito bom, técnico e tem estilo bonito. Você vê as técnicas que ele utiliza e os detalhes são nítidos. Ele quase conseguiu uma guilhotina, fez a transição para triângulo invertido e finalizou Justin Gaethje com um mata-leão”, comentou.

Dessa maneira, o meio-médio (77 kg) do UFC analisou como seria um embate entre ‘Do Bronx’ e Makhachev. Sem levar o patriotismo em conta, ‘Durinho’ afirmou que veria mais uma vitória do compatriota por conta da sua imprevisibilidade.

“O Islam também é lutador de alto nível. Ouvi de Luke Rockhold e outros caras que ele também é muito bom. Mas ainda aposto meu dinheiro no Charles do Bronx, pois ele pode nocautear. Acho que, além de finalizar com forte jogo na luta agarrada, ele também tem a trocação. O grappling e ground and pound do Islam é melhor que o de Oliveira, mas Oliveira com o clinch e tentativas de finalização é diferente. Acho que é isso que o torna o melhor”, opinou.

A última apresentação de Charles ‘Do Bronx’ aconteceu em maio deste ano, quando finalizou Justin Gaethje. Por não ter batido o peso na pesagem do UFC 274, o brasileiro teve seu cinturão dos leves retirado. Já Islam Makhachev não atua desde fevereiro deste ano, quando nocauteou Bobby Green.