<
>

Michel Pereira justifica desafio a Masvidal por mensagem do americano à sua mulher

play
Paraense Voador', Michel Pereira revela luta dos sonhos contra outros 'showman' no UFC; VEJA (1:00)

Lutador falou com exclusividade ao ESPN.com.br (1:00)

O 'Paraense Voador' venceu Santiago Ponzinibbio em teste de fogo no UFC


Após mais de três anos no UFC, Michel Pereira, enfim, teve seu grande teste de fogo na organização e passou com louvor. No último sábado (21), o ‘Paraense Voador’ venceu Santiago Ponzinibbio, em uma verdadeira batalha de três rounds, por decisão dividida dos jurados. Com este triunfo sobre um ranqueado dos meio-médios (77 kg), o brasileiro agora tem planos maiores para a sua sequência na companhia.

Ainda dentro do octógono, Michel fez questão de desafiar Nate Diaz e Jorge Masvidal, duas grandes estrelas da categoria. Sendo assim, a reportagem da Ag. Fight, em entrevista exclusiva, questionou o brasileiro sobre o motivo de chamar esses nomes para uma luta. Além da questão midiática dos americanos, Pereira revelou uma antiga situação de ‘Gamebred’ que o incomodou envolvendo a sua mulher.

“O Nate Diaz é porque queria dar uns tapas nele, porque ele gosta de dar uns tapas na galera, fazer umas graças e quero lutar com alguém que faz graça assim. Seria uma luta divertida. E o Masvidal porque uma vez ele mandou uma mãozinha (figurinha com duas mãos juntas) para a minha mulher no Instagram. Isso faz até tempo. Vai ter (volta). Uma hora eu topo ele. Se não for dentro do octógono, será em Las Vegas. Que diabos de mão é essa? Por que não mandou para mim e mandou para minha mulher?”, revelou.

Mas antes de pensar em resolver sua situação com Masvidal, Michel Pereira fez questão de exaltar a batalha diante de Ponzinibbio, que lhe rendeu o prêmio de ‘Luta da Noite’. Apesar de ter adiantado que esperava um duelo difícil, o paraense se surpreendeu.

“O Santiago é um cara muito bom, muito duro e foi um teste muito bom para mim. Vim com um objetivo, um foco e coloquei na risca meu plano para fazermos essa luta maravilhosa. Eu vim preparado para isso e sabia que seria essa guerra. Foi do jeito que imaginei, não sabia que seria tão duro, mas foi como imaginei”, afirmou.

Agora com cinco vitórias seguidas e por ter passado por seu grande desafio, com direito a uma atuação de gala, Michel revelou que dessa vez espera ver seu nome entre os 15 melhores do ranking da divisão em sua próxima atualização.

“Eu merecia ir para o 12º lugar. Já era para estar no ranking, mas eles me enrolam e não me colocam. Agora fazendo uma luta dessas, ganhando do Ponzinibbio que é top, então tem que dar uma moral para o papai que eu mereço”, completou.

No UFC desde 2019, Michel Pereira soma cinco vitórias e duas derrotas, uma delas por desclassificação, esta em um confronto polêmico diante do americano Diego Sanchez. No MMA profissional, o brasileiro tem 28 triunfos e 11 reveses em seu cartel.