<
>

Justin Gaethje destaca poder de Charles 'Do Bronx': 'Você bate forte para c***'

play
UFC: Ketlen Vieira vê Holm escapar de 'mata-leão' absurdo, mas vence e se aproxima do cinturão (1:42)

Evento do UFC aconteceu em Las Vegas neste sábado (21) (1:42)

Após derrota no UFC, Justin Gaethje elogiou o brasileiro Charles do Bronx


Justin Gaethje descobriu o poder de Charles Oliveira da pior forma possível. No UFC 274, evento realizado em maio, no Arizona (EUA), o americano disputou o cinturão linear do peso-leve (70 kg) pela segunda vez na carreira e foi novamente derrotado, agora por ‘Do Bronx’. E o revés teve um gosto amargo para ‘The Highlight’, já que, antes da luta, contestou a qualidade do rival. Mas, após o duelo, o atleta se rendeu ao seu algoz.

No vídeo ‘The Thrill And The Agony’, disponibilizado pelo UFC em seu canal oficial no ‘YouTube’ (veja abaixo ou clique aqui), Gaethje, ainda no octógono, reconheceu que Charles não possui apenas o jiu-jitsu como arma. Conhecido no esporte por sua capacidade de absorver potentes ataques dos adversários sem se abalar, o americano destaca que ‘Do Bronx’ é mais forte do que a comunidade do MMA pode imaginar.

É bem verdade que ‘The Highlight’ não foi nocauteado pelo brasileiro, porém sofreu ‘knockdown’ ao receber um golpe limpo do oponente. No solo, o atleta não resistiu ao grappling do rival e acabou finalizado rapidamente no primeiro round. Como foi surpreendido na trocação, Gaethje mostrou ‘fairplay’ e elogiou Charles.

“Você bate forte para cara***”, declarou o ex-campeão interino do UFC.

Antes do UFC 274 ser realizado, Justin Gaethje atacou Charles Oliveira de forma incessante. O americano discordou de ‘Do Bronx’ ser apontado por parte da comunidade do MMA como melhor peso-leve da organização, questionou a garra do atleta em combate e afirmou que faria o rival desistir na luta por conta do poder de seus golpes. Mas, no octógono, o brasileiro, novamente, superou a adversidade do primeiro round e venceu por finalização, assim como conseguiu diante de Dustin Poirier, em dezembro.