<
>

A incrível história do Tevez brasileiro: do amador ao gol de placa em seu 1º jogo na Série D em um mês

play
Samba, Tevez! Astro do Boca Juniors posta vídeo dançando com a família toda (0:18)

@__carlitostevez | 'TikTok em família', publicou o argentino (0:18)

Em pouco tempo, a vida de Guilherme Henrique Usberti mudou radicalmente. Conhecido como Tevez no mundo do futebol, pela semelhança física com o craque argentino, o centroavante de 21 anos foi o destaque da vitória da Caldense por 2 a 0 sobre o Palmas-TO, em jogo válido pela Série D do Campeonato Brasileiro.

O jogador de 21 anos até pouco mais de um mês estava jogando no futebol amador de Campinas-SP, sua cidade natal. Sem oportunidades em clubes profissionais, vinha cogitando desistir de ser profissional.

Depois de chamar atenção em jogos na várzea, ele foi indicado pelo amigo Cristiano ao técnico da Caldense, Marcus Paulo Grippi, e ao preparador de goleiros Vhenycius Zarpelão. Os integrantes da comissão técnica alviverde abriram as portas do clube, e Tevez começou a treinar no Ninho dos Periquitos no final de agosto para ser avaliado.

“Vim da favela, não tinha muitas oportunidades. Cheguei a jogar na Itapirense-SP por um período entre 2016 e 2017, mas não deu muito certo. Mas sempre mantive a fé em Deus, rezava todas as noites para ter uma chance. Agora abriram as portas para mim na Caldense”, disse o jogador.

Tevez aproveitou o começo ruim da Caldense na Série D e as lesões musculares dos atacantes Luis Henrique e Igor Gomes para cavar uma chance. Ele vinha e destacando nos treinos e foi inscrito na competição pela comissão técnica.

Após ter o nome publicado no BID e foi escalado como titular para enfrentar o Palmas-TO, pela sétima rodada da competição nacional.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Tevez marcou um belíssimo gol no Estádio Ronaldão.

“O Matheus Guarujá passou a bola para mim, eu vi o adversário vindo. Pensei que se chutasse de primeira ela iria travar, então dei o corte. Vi o outro vindo de carrinho, dei mais um corte, saí de frente com o goleiro e fui feliz na finalização”, explicou Tevez.

O atacante chegou perto de fazer outros gols no duelo. O goleiro adversário defendeu algumas finalizações. Nos acréscimos da partida, eTevez acertou a trave e, no rebote, Gabriel Tonini completou para o fundo das redes para completar o placar.

Emocionado depois da partida, Tevez precisou segurar o choro ao contar a emoção durante entrevista.

“Tenho que agradecer muitos aos que acreditaram em mim e minha mãe que sempre batalhou por mim, orou e deu forças. Cheguei até a chorar em alguns momentos, sozinho no quarto, quando enfrentei momentos de dificuldades. Mas esta noite estou grato em fazer um golaço e por ter ajudado a equipe”, finalizou o jogador.